Covid-19: Grande Prémio de Macau com menos dias, pilotos, provas e público

O 67.º Grande Prémio de Macau vai ter menos dias e menos provas, com redução de pilotos e praticamente todos chineses, sendo também reduzidos os lugares para o público, devido à pandemia da covid-19, disseram hoje as autoridades.

Covid-19: Grande Prémio de Macau com menos dias, pilotos, provas e público

Covid-19: Grande Prémio de Macau com menos dias, pilotos, provas e público

O 67.º Grande Prémio de Macau vai ter menos dias e menos provas, com redução de pilotos e praticamente todos chineses, sendo também reduzidos os lugares para o público, devido à pandemia da covid-19, disseram hoje as autoridades.

Na conferência de imprensa, a organização anunciou a realização de cinco corridas, sendo que a prova de motos foi cancelada e a Fórmula 3 vai ser substituída pela Fórmula 4, explicou o presidente do Instituto do Desporto de Macau.

Sendo assim, as corridas que decorrem de 20 a 22 de novembro (menos um dia que o programado), vão ser o Grande Prémio de Macau de Fórmula 4, a Taça GT Macau, a Corrida da Guia Macau, a Taça de Carros de Turismo de Macau e a Taça GT — Corrida da Grande Baía.

A Taça GT Macau é composta pelas GT3 e GT4 e os pilotos participantes serão selecionados de entre os participantes das corridas China GT Championship e Taça GT Azia Pacific, os quais irão competir com pilotos de Macau.

No caso da Corrida da Guia Macau, os pilotos vão ser escolhidos a partir das provas TCR Azia e Azia Pacific 2.OT, igualmente com a participação de pilotos locais.

A Taça de Carros de Turismo de Macau irá manter o formato do ano passado, com as categorias das classes 1600cc Turbo e 1950cc a competirem na mesma pista.

Devido à obrigatoriedade de quarentena de 14 dias à entrada em Macau, a esmagadora maioria dos pilotos são chineses.

O piloto britânico Rob Huff, que participará na Corrida da Guia Macau, tem de completar uma observação médica de 14 dias e será submetido a dois testes de ácido nucleico. Só será autorizado a participar na prova se os dois testes derem negativo, explicaram as autoridades.

O Orçamento foi reduzido em 50 milhões de patacas (5,3 milhões de euros), sendo agora de 220 milhões de patacas (23,6 milhões de euros). Os lugares para o público foram também reduzidos de 14.000 mil para 10.000.

MIM (JMC) // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS