COI convida federações internacionais a fixarem idade mínima dos atletas

O Comité Olímpico Internacional (COI) desafiou hoje as federações internacionais a estabelecer uma idade mínima para competir nos seniores, uma questão em foco devido ao caso da jovem patinadora russa Kamila Valieva nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim.

COI convida federações internacionais a fixarem idade mínima dos atletas

COI convida federações internacionais a fixarem idade mínima dos atletas

O Comité Olímpico Internacional (COI) desafiou hoje as federações internacionais a estabelecer uma idade mínima para competir nos seniores, uma questão em foco devido ao caso da jovem patinadora russa Kamila Valieva nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim.

O COI “recomendou”, em comunicado, que as federações “abordem a questão da idade mínima nas diferentes modalidades e, se necessário, façam os devidos ajustes nos seus regulamentos”.

A organização abstém-se de fixar uma idade mínima geral para a participação nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, embora desde 2010 organize Jogos Olímpicos da Juventude reservados a adolescentes dos 15 aos 18 anos, que atualmente também são elegíveis para os seniores.

A Federação Internacional de Patinagem (ISU) incluiu na agenda do seu próximo Congresso (de 06 a 10 de junho em Phuket, Tailândia) o aumento da idade para competir no escalão dos seniores de 15 para 17 anos.

Em Pequim, o controlo positivo de doping da patinadora russa Kamila Valieva, de apenas 15 anos mostrou os perigos da alta competição para os atletas mais novos.

DN // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS