Cláudia Neto lamenta falta de minutos no clube, mas está preparada para ajudar Portugal

Cláudia Neto lamenta falta de minutos no clube, mas está preparada para ajudar Portugal

A futebolista portuguesa Cláudia Neto disse estar em ótimas condições para ajudar a seleção feminina a conseguir atingir o Mundial 2019, apesar de reconhecer que a situação vivida no Wolfsburgo não é melhor.

Lisboa, 05 abr (Lusa) – A futebolista portuguesa Cláudia Neto disse estar em ótimas condições para ajudar a seleção feminina a conseguir atingir o Mundial 2019, apesar de reconhecer que a situação vivida no Wolfsburgo não é melhor.


A capitã portuguesa transferiu-se dos suecos do Linkoping para o Wolfsburgo no início do ano, mas a lesão sofrida no joelho que a afastou dos relvados durante alguns meses tem sido uma adversidade para somar minutos na Alemanha. Recentemente voltou à competição ao serviço da seleção na Algarve Cup.


“É a Cláudia que vai dar tudo e vou tentar ajudar ao máximo a seleção. Estou no melhor clube do mundo e é sempre difícil jogar. Gostava de estar a jogar mais, mas é normal que não aconteça. Sinto-me preparada para ajudar a equipa”, disse, durante o estágio de preparação para a qualificação para o Campeonato do Mundo, em França.


Pela frente, Portugal terá um embate decisivo diante da Bélgica, na sexta-feira, uma vez que estão separadas por seis pontos na tabela e uma derrota pode acabar com as esperanças lusas de atingir a fase final.


Cláudia Neto reconhece a importância da partida e garante que juntamente com as colegas vai “lutar pelo sonho”.


“Se perdermos contra a Bélgica tudo fica mais complicado, sem dúvida. Desde que seja matematicamente possível vamos continuar a lutar pelo sonho e é isso que queremos fazer”, admitiu.


Contudo, a mais experiente jogadora da equipa das ‘quinas’, com um total de 111 internacionalizações, só tem o triunfo na cabeça: “As nossas expectativas são de ir à Bélgica vencer. É o principal objetivo conquistar os três pontos se queremos continuar na luta. Sabemos disso, a equipa está concentrada e vamos tentar dar o nosso melhor”.


Por fim, concordou que o terceiro lugar de Portugal na última edição Algarve Cup tenha colocado as expectativas altas, porém lembrou que Francisco Neto comanda uma equipa em “evolução”.


“Depois das últimas exibições é normal que as expectativas para o Mundial estejam mais elevadas. Sabemos que a margem de erro é mínima e é muito difícil [chegar ao Mundial]. Somos uma equipa em evolução, apesar de termos feito bons resultados contra grandes seleções. Temos de ir passo a passo”, terminou.


Portugal ocupa o terceiro posto do grupo 6, com três pontos, menos seis que a Bélgica, e a nove da líder Itália, que conta mais um jogo.


O encontro com a Bélgica é o quarto de qualificação para o Mundial2019, em França, agendado para dia 06 de abril, pelas 18:30 (hora portuguesa).



AYCO // NFO

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Cláudia Neto lamenta falta de minutos no clube, mas está preparada para ajudar Portugal

A futebolista portuguesa Cláudia Neto disse estar em ótimas condições para ajudar a seleção feminina a conseguir atingir o Mundial 2019, apesar de reconhecer que a situação vivida no Wolfsburgo não é melhor.