Charles Leclerc surpreende com ‘pole’ e recorde no GP de F1 do Bahrein

O monegasco Charles Leclerc (Ferrari) tornou-se hoje o segundo piloto mais novo de sempre a conseguir uma ‘pole position’ no Mundial de Fórmula 1, ao bater na qualificação o recorde do circuito de Sakhir, no Bahrein.

Charles Leclerc surpreende com 'pole' e recorde no GP de F1 do Bahrein

Charles Leclerc surpreende com ‘pole’ e recorde no GP de F1 do Bahrein

O monegasco Charles Leclerc (Ferrari) tornou-se hoje o segundo piloto mais novo de sempre a conseguir uma ‘pole position’ no Mundial de Fórmula 1, ao bater na qualificação o recorde do circuito de Sakhir, no Bahrein.

Aos 21 anos e 176 dias, Leclerc fica apenas atrás do seu companheiro de equipa, o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que em 2008 conseguiu a ‘pole’ para o GP de Itália com 21 anos e 73 dias.

Com o tempo de 1.27,866 minutos, o monegasco bateu o recorde do circuito asiático, palco da segunda corrida da temporada, por 92 milésimos, superando o registo de Vettel, em 2018, numa sessão dominada pela equipa italiana, que garantiu os dois primeiros lugares da grelha.

“Na última corrida, não fiquei contente com a minha qualificação. Cometi alguns erros que hoje tentei evitar”, explicou Leclerc, deixando, ainda, elogios ao colega da Ferrari. “O ‘Seb’ é um piloto incrível. Aprendo imenso com ele, mas hoje foi um bom dia para mim”, comentou o monegasco, o 99.º piloto a conseguir uma ‘pole position’.

Leclerc deixou um aviso logo na primeira tentativa da terceira e decisiva fase da sessão de qualificação, ao igualar o recorde do circuito. Vettel continuou nas boxes, enquanto os dois Mercedes iam garantindo as segunda e terceira posições, com vantagem para o campeão, o britânico Lewis Hamilton.

Quando finalmente saiu das boxes, para a sua única tentativa, Vettel não conseguiu bater o jovem monegasco, que ainda melhorou o seu tempo, batendo, aí, o recorde do circuito.

“Fui um pouco conservador no segundo setor. O Charles fez um trabalho incrível e hoje mereceu a ‘pole’. Este fim de semana o carro parece cada vez melhor”, disse o alemão, que bateu Lewis Hamilton por apenas 30 milésimos.

O britânico reconheceu o “trabalho incrível” da Ferrari, mas disse ter “adorado” a qualificação e frisou estar “muito perto do Sebastian [Vettel]”.

“Vai ser uma corrida incrível”, projetou o britânico, que vai partir da segunda linha da grelha, ao lado do seu companheiro de equipa, o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), que ficou em quarto, a 0,390 segundos de Leclerc.

O holandês Max Verstappen (Red Bull) foi o quinto, mas já a 0,886 segundos do primeiro lugar, com o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas) logo a seguir, mostrando a eficácia dos motores Ferrari em circuitos com longas retas.

AGYR // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS