Casa Pia vence Trofense na despedida das duas equipas da Taça da Liga

Um golo de Antoine deu hoje o triunfo, pela margem mínima, ao Casa Pia, na receção ao Trofense, por 1-0, na despedida das duas equipas da Taça da Liga de futebol, da qual já estavam eliminadas.

Casa Pia vence Trofense na despedida das duas equipas da Taça da Liga

Casa Pia vence Trofense na despedida das duas equipas da Taça da Liga

Um golo de Antoine deu hoje o triunfo, pela margem mínima, ao Casa Pia, na receção ao Trofense, por 1-0, na despedida das duas equipas da Taça da Liga de futebol, da qual já estavam eliminadas.

Em jogo da terceira e última jornada do Grupo D da prova, Antoine apontou o único tento do encontro, aos 17 minutos, que faz o Casa Pia terminar com quatro pontos, insuficientes para ultrapassar o já qualificado Sporting de Braga. Godwin, aos 70, viu o cartão vermelho direto e deixou os ‘gansos’ a jogar os minutos finais em inferioridade.

Os lisboetas dominaram por completo a primeira parte, perante um conjunto da Trofa com um bloco baixo de muitos elementos na linha defensiva, o que permitiu à equipa do Casa Pia somar várias ocasiões, a começar por Antoine (09) e por Diogo Pinto (15).

O tento inaugural chegaria aos 17 minutos, por Antoine, a finalizar de primeira depois de uma assistência, também ao primeiro toque, de Godwin, na sequência de um passe longo bem medido, dando vantagem ao Casa Pia numa fase ainda inicial da partida.

Até ao descanso, os primodivisionários dispuseram de algumas oportunidades para dilatar o marcador, por Lucas Soares (27), Godwin (28) e Antoine (28 e 39), mas sem o conseguir, o que deixou o Trofense esperançado para a etapa complementar do jogo.

O recém-entrado Okitokandjo desperdiçou, aos 49, um lance de forma inacreditável, a falhar o alvo, completamente isolado, diante de Ricardo Batista, que defendeu novo disparo do avançado neerlandês, aos 64, nas únicas situações perigosas do Trofense.

Godwin, que, aos 67, introduziu a bola na baliza, mas em posição irregular, por apenas um centímetro, acabaria admoestado com o cartão vermelho direto aos 70, por atingir a perna de um adversário, mas o Trofense não aproveitou a superioridade numérica.

Pelo contrário, foi o Casa Pia que podia ter ampliado a vantagem, aos 84, mas a grande penalidade que dispuseram foi desperdiçada por Leonardo Lelo, num lance que ficou marcado por uma confusão entre Clayton, que queria converter, e Vasco Fernandes.

 

Jogo realizado no Estádio Nacional, em Oeiras.

Casa Pia — Trofense, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Antoine, 17 minutos.

 

Equipas:

– Casa Pia: Ricardo Batista, Léo Bolgado, Vasco Fernandes, Fernando Varela (Zolotic, 74), Lucas Soares, Neto (Afonso Taira, 46), Romário Baró (Yan Eteki, 51), Leonardo Lelo, Diogo Pinto (Kunimoto, 74), Godwin e Antoine (Clayton, 65).

(Suplentes: João Victor, João Nunes, Zolotic, Derick Poloni, Yan Eteki, Cuca, Afonso Taira, Kunimoto e Clayton).

Treinador: Filipe Martins.

– Trofense: Miguel Santos, Rúben Pereira, Caio Marcelo, Simão Martins, Daniel Liberal (Eduardo Schürrle, 76), Vilson Caleir, Marcos Valente (Beni Mukendi, 46), Tiago Manso, Traquina (Maiga, 72), Djalma (Okitokandjo, 46) e Bechou (Vanilson, 61).

(Suplentes: Tiago Silva, Martim Maia, Beni Mukendi, Andrezinho, Eduardo Schürrle, Vanilson, Pachu, Maiga e Okitokandjo).

Treinador: Jorge Casquilha.

 

Árbitro: Luís Godinho (AF Évora).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Valente (18), Romário Baró (22), Rúben Pereira (35), Clayton (84) e Vasco Fernandes (84). Cartão vermelho para Godwin (70).

Assistência: Cerca de 150 espetadores.

 

DYRP // NFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS