Carlos Queiroz regressa ao comando da seleção iraniana – agência

Teerão, 07 set 2022 (Lusa) – O português Carlos Queiroz vai regressar ao Irão para comandar a seleção nacional daquele país até ao final do Mundial2022, no Qatar, avançou hoje a agência de notícias estatal, IRNA.As negociações entre a Federação Iraniana de Futebol (FFIRI) e Queiroz “chegaram finalmente a uma conclusão” e “foi celebrado um […]

Carlos Queiroz regressa ao comando da seleção iraniana - agência

Carlos Queiroz regressa ao comando da seleção iraniana – agência

Teerão, 07 set 2022 (Lusa) – O português Carlos Queiroz vai regressar ao Irão para comandar a seleção nacional daquele país até ao final do Mundial2022, no Qatar, avançou hoje a agência de notícias estatal, IRNA.As negociações entre a Federação Iraniana de Futebol (FFIRI) e Queiroz “chegaram finalmente a uma conclusão” e “foi celebrado um […]

Teerão, 07 set 2022 (Lusa) – O português Carlos Queiroz vai regressar ao Irão para comandar a seleção nacional daquele país até ao final do Mundial2022, no Qatar, avançou hoje a agência de notícias estatal, IRNA.

As negociações entre a Federação Iraniana de Futebol (FFIRI) e Queiroz “chegaram finalmente a uma conclusão” e “foi celebrado um contrato entre as duas partes”, pode ler-se na notícia, na qual se acrescenta que o português chega a Teerão no “fim de semana para iniciar a sua carreira na seleção nacional até ao final do Campeonato do Mundo do Qatar de 2022”.

A seleção iraniana de futebol, tal como Portugal, vai disputar em dezembro a fase final do Mundial de futebol, estando inserida no grupo B, que integra ainda Inglaterra, Estados Unidos e País de Gales.

Na semana passada, a IRIFF elegeu um novo presidente para um mandato de quatro anos, sendo que Mehdi Taj candidatou-se com a promessa de trazer Queiroz de volta à seleção nacional.

Carlos Queiroz, antigo selecionador português e campeão mundial sub-20 em 1989 e 1991, também com as seleções lusas daqueles escalões, já orientou as seleções dos Emirados Árabes Unidos, África do Sul, Colômbia, Irão (entre 2011 e 2019) e Egito, da qual saiu em abril, após sete meses de trabalho e depois de falhar o apuramento para o mundial.

Além do Real Madrid (2003-2004), Queiroz foi adjunto de Alex Ferguson no Manchester United (2002-2003 e 2004-2008) e também treinou o Sporting (1993-1996).

JMC (RPC/SIF/JMC/JP) // VQ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS