Cabral e Murray caíram nos quartos de final no torneio de Gijón

O português Francisco Cabral e o britânico Jamie Murray caíram hoje nos quartos de final do torneio de Gijón, ao perderem em dois ‘sets’ diante dos argentinos Maximo González e Andres Molteni.

Cabral e Murray caíram nos quartos de final no torneio de Gijón

Cabral e Murray caíram nos quartos de final no torneio de Gijón

O português Francisco Cabral e o britânico Jamie Murray caíram hoje nos quartos de final do torneio de Gijón, ao perderem em dois ‘sets’ diante dos argentinos Maximo González e Andres Molteni.

Quartos cabeças de série do quadro de pares, Cabral, 49.º do ranking da variante, e Murray, 30.º, foram derrotados pelo duo argentino pelos parciais de 6-3 e 7-5, em uma hora e 25 minutos.

González ‘vingou-se’ assim dos três desaires que o jovem portuense lhe impôs esta temporada, sempre ao lado de parceiros diferentes, nomeadamente o da final do Estoril Open, torneio que Cabral venceu em parceria com o compatriota e amigo Nuno Borges.

Este é o terceiro torneio de Francisco Cabral ao lado do antigo número um mundial de pares, depois de o britânico de 36 anos ter convidado o português para jogar até ao fim do ano, com vista a tornar a parceria permanente em 2023.

Em Metz e Sófia, o duo luso-britânico tinha perdido na primeira ronda, tendo somado o primeiro triunfo enquanto dupla precisamente no torneio espanhol.

O tenista de 25 anos decidiu abdicar da carreira de singulares para se dedicar exclusivamente aos pares e é já o segundo melhor português de sempre na vertente, sendo suplantado apenas por João Sousa, que foi 26.º em maio de 2019.

AMG // MO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS