Bruno de Carvalho disse que deixava o Sporting se sentisse que estaria a comprometer o clube, vídeo

Palavras à SIC Notícias em janeiro de 2016 dão que pensar, perante os mais recentes incidentes de violência e corrupção a envolver o Sporting. Veja o vídeo.

A par e passo, vão-se encontrando contradições na comunicação externa do próprio presidente do Sporting perante os últimos meses vividos no universo Sporting Clube de Portugal. Em 2016, Bruno de Carvalho deu uma entrevista à SIC onde o grande foco foi a dicotomia de quem seria Bruno como presidente e o mesmo Bruno, mas como adepto/sócio do Sporting/cidadão.

“No dia em que o Bruno de Carvalho presidente começar a trazer as suas emoções próprias para o clube, opacidade para dentro, pensar que é o melhor da «cantadeira», começar a não ligar àquilo que é o maior património que são os sócios e tomar atitudes completamente lesivas” revelou o presidente, que depois acrescentou:

o cidadão e sócio Bruno de Carvalho vai pegar no presidente Bruno de Carvalho e vai mete-lo imediatamente fora do clube, que ninguém tenha dúvida nenhuma!”.

O dirigente ainda acrescentou neste vídeo que deixamos para si que se tivesse pessoas a trabalhar no clube que odiasse, apesar de estarem em conformidade com o projeto do Sporting, este iria conseguir lidar com elas, se fosse preciso, “durante 100 anos”.

LEIA MAIS: Sporting: O dia seguinte.

Bruno de Carvalho disse que deixava o Sporting se sentisse que estaria a comprometer o clube, vídeo

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Bruno de Carvalho disse que deixava o Sporting se sentisse que estaria a comprometer o clube, vídeo

Palavras à SIC Notícias em janeiro de 2016 dão que pensar, perante os mais recentes incidentes de violência e corrupção a envolver o Sporting. Veja o vídeo.