Violência, sequestro e terrorismo: Bruno de Carvalho indiciado por 56 crimes

Violência, sequestro e terrorismo: Bruno de Carvalho indiciado por 56 crimes

O antigo presidente do Sporting foi detido este domingo. no âmbito do caso sobre o ataque à academia do clube em Alcochete. Bruno de Carvalho será ouvido no Tribunal do Barreiro amanhã

O mandato de detenção do ex-líder dos leões foi divulgado durante a tarde desta segunda-feira, dia 12 de novembro, um dia após a detenção de Bruno de Carvalho. O documento judicial revela que o antigo presidente está indiciado por 56 crimes, na sequência do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete.

LEIA MAIS: BdC recebe visita de advogado e irmã. “Se ele vai declarar inocência? Com certeza”

Bruno de Carvalho é acusado de um crime de terrorismo,  um crime de detenção de arma proibida, dois crimes de dano com violência, 12 crimes de ofensa à integridade física qualificada e 20 crimes de ameaça agravada.

O antigo presidente e Mustafá, líder da Juventude Leonina, foram ambos detidos na noite de domingo e serão ouvidos esta terça-feira, no Tribunal do Barreiro.

VEJA AINDA: BdC enfrenta pena de prisão de 10 anos

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Violência, sequestro e terrorismo: Bruno de Carvalho indiciado por 56 crimes

O antigo presidente do Sporting foi detido este domingo. no âmbito do caso sobre o ataque à academia do clube em Alcochete. Bruno de Carvalho será ouvido no Tribunal do Barreiro amanhã