‘Bis’ de Paulo Bernardo lança Benfica para os ‘oitavos’ da UEFA Youth League

O médio Paulo Bernardo abriu e fechou hoje o marcador na vitória do Benfica em Leipzig, por 3-0, que proporcionou à equipa lisboeta a qualificação para os oitavos de final da UEFA Youth League de futebol.

'Bis' de Paulo Bernardo lança Benfica para os 'oitavos' da UEFA Youth League

‘Bis’ de Paulo Bernardo lança Benfica para os ‘oitavos’ da UEFA Youth League

O médio Paulo Bernardo abriu e fechou hoje o marcador na vitória do Benfica em Leipzig, por 3-0, que proporcionou à equipa lisboeta a qualificação para os oitavos de final da UEFA Youth League de futebol.

Paulo Bernardo ‘bisou’, aos 24 e 76 minutos, e o avançado Gonçalo Ramos, aos 28, também contribuiu para o triunfo da equipa lisboeta, finalista vencida da prova de juniores que replica o modelo da Liga dos Campeões em 2014 e 2017, que foi conquistada pelo FC Porto na época passada.

O Benfica isolou-se no primeiro lugar — que assegura a presença direta nos ‘oitavos’, sem passar pelos ‘play-offs’ -, com três pontos de vantagem sobre os franceses do Lyon, sobre os quais tem vantagem no confronto direto, quando falta disputar um jogo.

O Leipzig, que atuou a última meia hora em inferioridade numérica, devido à expulsão do togolês Amededejisso, foi igualado pelo Zenit, que hoje se impôs por 3-1 na receção ao Lyon, mas os franceses já não poderão ser desalojados do segundo lugar e seguirão para os ‘play-offs’.

Após uma fase inicial equilibrada, o Benfica deixou a partida praticamente sentenciada ao marcar dois golos no espaço de quatro minutos, o primeiro dos quais aos 24, pelo médio Paulo Bernardo, na sequência de uma boa assistência de Ronaldo Camará.

O avançado Gonçalo Ramos aumentou a vantagem, aos 28 minutos, após um erro do guarda-redes Schulze, e o melhor que os alemães conseguiram até ao intervalo foi obrigar o guardião ‘encarnado’, Celton Biai, a uma defesa aparatosa, num livre direto.

A expulsão de Amededejisso aos 58 minutos, por acumulação de cartões amarelos, deitou por terra as ténues expectativas que o Leipzig pudesse ter em dar a volta o resultado, única situação que evitaria o seu afastamento antecipado da fase seguinte.

Os anfitriões poderiam ter recuperado algum ânimo no minuto seguinte, mas o poderoso remate de Hartmann foi devolvido pela barra da baliza, e foi mesmo o Benfica que sentenciou o encontro, aos 76 minutos, na sequência de um remate de Paulo Bernardo à entrada da área, de novo com a colaboração de Schulze.

Jogo no estádio de Cottaweg, em Leipzig (Alemanha).

Leipzig — Benfica, 0-3.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Paulo Bernardo, 24 minutos.

0-2, Gonçalo Ramos, 28.

0-3, Paulo Bernardo, 76.

Equipas:

– Leipzig: Schulze, Talabidi, Jakel, Martel, Zimmer (Bottcher, 46), Bidstrup (Madsen, 69), Amededejisso, Smorgol (Bias, 46), Borkwoski (Wosz, 74), Hartmann e Holm (Hugo Nóvoa, 56).

(Suplentes: Koster, Wosz, Hugo Nóvoa, Bias, Bottcher, Uhlmann e Madsen).

Treinador: Alexander Blessin.

– Benfica: Celton Biai, Fábio Baptista (Francisco Saldanha, 21), Pedro Álvaro, Morato, Rafael Rodrigues, Henrique Jocú, Ronaldo Camará (Jair Tavares, 74), Paulo Bernardo (Tiago Araújo, 90), Tiago Dantas, Tiago Gouveia (Henrique Araújo, 90) e Gonçalo Ramos (Diogo Nascimento, 90).

(Suplentes: Leo Kokubo, Adrian Bajrami, Francisco Saldanha, Diogo Nascimento, Jair Tavares, Henrique Araújo e Tiago Araújo).

Treinador: Jorge Maciel.

Árbitro: Bojan Pandzic (Sue).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Talabidi (36), Amededejisso (39 e 58) e Borkwoski (69). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Amededejisso (58).

RPC // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS