Bernardo desconfia do Uruguai, mas a “base” criada dá garantias

O médio Bernardo Silva disse hoje não saber o que esperar do Uruguai, no encontro da segunda jornada do Grupo H do Mundial2022 de futebol, porém mostrou-se confiante na “base construída para Portugal poder chegar longe”.

Bernardo desconfia do Uruguai, mas a

Bernardo desconfia do Uruguai, mas a “base” criada dá garantias

O médio Bernardo Silva disse hoje não saber o que esperar do Uruguai, no encontro da segunda jornada do Grupo H do Mundial2022 de futebol, porém mostrou-se confiante na “base construída para Portugal poder chegar longe”.

“O Uruguai tem um ponto. Não sabemos se vem à procura de pressionar mais alto ou se vem dar mais iniciativa de jogo. É diferente do Gana e é estar preparado para qualquer cenário. Podem dar iniciativa e no final arriscar, ou começar logo a pressionar. Reagir da melhor maneira às dificuldades que nos puserem”, declarou Bernardo Silva, durante a conferência de imprensa de antevisão ao jogo de segunda-feira, no Estádio Lusail.

Contudo, independentemente da forma como a equipa de Diego Alonso se vai apresentar, o jogador do Manchester City, de Inglaterra, confia na base até aqui construída pelos lusos.

“A base que esta seleção tem vindo a construir é a base correta para chegarmos longe nesta competição. Seguimos confiantes com o trabalho que temos feito”, expressou.

O médio sul-americano Fede Valverde, que se notabilizou ao serviço do Real Madrid, mereceu elogios do português, que destacou as suas qualidades.

“Um jogador difícil de travar, que trabalha muito para a equipa, muito forte fisicamente e que conhecemos bem. Atualmente é um dos melhores médios do mundo, não só com bola, mas também sem bola, porque faz movimentos de sacrifício para criar espaços para os companheiros. Obviamente que pode criar algumas dificuldades”, analisou.

Por fim, deu o mote para anular as adversidades uruguaias, nomeadamente quando Portugal perder, eventualmente, a posse de bola.

“[Precisamos] de segurança na circulação, de ter reação à perda, saber que estamos a atacar e, se perdemos a bola, controlar os jogadores que estão nas costas, que são perigosos e que podem causas danos”, concluiu.

A equipa das ‘quinas’ defrontará o Uruguai na segunda-feira, às 22:00 locais (19:00 em Lisboa), e a Coreia do Sul, de Paulo Bento, em 02 de dezembro, pelas 18:00 (15:00).

Portugal, que venceu o Gana (3-2), na estreia, lidera o grupo, com três pontos, à frente de Coreia do Sul e Uruguai, ambos com um ponto, enquanto os ganeses, que defrontam os sul-coreanos no mesmo dia, seguem a ‘zeros’.

A 22.ª edição do Campeonato do Mundo decorre até 18 de dezembro, no Qatar.

AJC/MO // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS