Paulo Gonçalves afirma «Acima de tudo, sou benfiquista»

O antigo assessor jurídico benfiquista foi inquirido durante de hoje afirma que se encontra apenas «preocupado em colaborar com a justiça».

Paulo Gonçalves afirma «Acima de tudo, sou benfiquista»

Paulo Gonçalves afirma «Acima de tudo, sou benfiquista»

O antigo assessor jurídico benfiquista foi inquirido durante de hoje afirma que se encontra apenas «preocupado em colaborar com a justiça».

Paulo Gonçalves chegou ao início da tarde ao Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) para prestar declarações no âmbito do processo e-Toupeira, afirmando-se como «acima de tudo benfiquista».

O ex-assessor jurídico do clube da Luz é um dos suspeitos no processo que envolve a SAD do SL Benfica e funcionários judiciais. Segundo o Ministério Público (MP), Paulo Gonçalves entregou aos funcionários bilhetes para os jogos dos encarnados e artigos de merchandising  como contrapartida por receber informações contempladas em segredo de justiça em processos que envolviam não só o seu clube como também o FC Porto e o Sporting CP.

LEIA MAIS: Direção e SAD do Benfica reiteram confiança integral em Paulo Gonçalves

Paulo Gonçalves mostra amor ao Benfica

Em declarações à chegada ao TCIC, Paulo Gonçalves mencionou estar «preocupado em colaborar com a justiça» e, como tal, deverá finalmente prestar declarações sobre o caso, ao contrário do que foi feito quando foi chamado durante a fase de inquérito.

Ex-funcionário do clube de São Domingos de Benfica desde setembro, altura em que rescindiu o contrato laboral que tinha para se dedicar em exclusivo à sua defesa,  o advogado afirma que «acima de tudo é benfiquista».

Para além de Paulo Gonçalves, também Júlio Loureiro – um dos funcionários ’toupeira’ seduzidos pelos encarnados – já foi ouvido pela juíza de instrução Ana Peres. À saída do Tribunal, Loureiro mostrou-se confiante no arquivamento do processo e que nem irá ser presente a julgamento. Já José Silva, um dos suspeitos chave do processo, ainda pondera se irá ou não marcar presença no TCIC e prestar declarações

LEIA MAIS: Ministério Público constitui sete arguidos na sequência de queixa do Benfica

SAD benfiquista ouvida na segunda-feira

Na próxima segunda-feira, dia 19, será a vez dos representantes legais da Benfica SAD serem ouvidos por Ana Peres. O presidente das águias, Luís Filipe Vieira, não será testemunha arrolada no âmbito deste inquérito.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS