Benfica com vitória sofrida, mas em cantos teria sido goleada clara [VÍDEO]

Um golo solitário de Grimaldo, numa execução perfeita de um livro directo, dá uma vitória justa mas muito sofrida ao Benfica de Rui Vitória.

Benfica com vitória sofrida, mas em cantos teria sido goleada clara [VÍDEO]

Benfica com vitória sofrida, mas em cantos teria sido goleada clara [VÍDEO]

Um golo solitário de Grimaldo, numa execução perfeita de um livro directo, dá uma vitória justa mas muito sofrida ao Benfica de Rui Vitória.

O SL Benfica recebeu o AEK, clube grego, na última jornada do grupo E. Um jogo que, em termos futebolísticos, pouco ou nada trazia, uma vez que os encarnados já tinham o seu futuro traçado, mas iria render mais de dois milhões ao vencedor da partida. Uma vitória as águias significaria também a posição de cabeça de série no sorteio da Liga Europa.

O jogo iniciou-se com um ligeiro ascendente da equipa de Rui Vitória e com Pizzi em bom plano. O médio internacional português geria a posse de bola dos encarnados e raramente falhava um passe. Com meia parte realizada, o Benfica já tinha acumulado sete cantos mas sem nunca colocar em perigo a baliza de Vasilios Barkas.

A lesão de Rafa Silva, já para lá da meia hora, obrigou Vitória a mexer na equipa, entrando Zivkovic para o lugar do internacional português. Pouco depois, os primeiros assobios entraram em cena no estádio da Luz, com os adeptos da casa a não gostar do jogo frio e com poucas ideias das águias.

A instabilidade encarnada levou que o tímido AEK começasse a subir linhas e a sacudir a – pouca – pressão dos adversários.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Seferovic acabou por ter nos pés a jogada mais perigosa da primeira parte. O internacional suíço beneficiou de um mau passe grego e chutou forte mais ao lado da baliza adversária. Pouco depois, o árbitro Bobby Madden apitou para o final do primeiro tempo.

A segunda parte começou no mesmo registo, com a equipa da casa a conseguir dominar sem massacrar e com muitos cantos a favor, mas sem criar perigo. Foi mesmo na sequência de um canto – o nono para o Benfica – que surgiu o primeiro momento polémico; Rúben Dias é agarrado na área por Bakakis mas o árbitro da partida nada assinalou.

Aos 64, o AEK teve o primeiro remate perigoso da partida, deixando os adeptos cada vez mais nervosos com o que se passava em campo. Moran bateu um canto e Marios Oikonomou cabeceou pertíssimo do poste esquerdo. Na resposta, foi o Benfica que quase marcou; cruzamento da esquerda de Cervi e Seferovic a rematar rasteiro para defesa do guardião grego.

LEIA MAIS: ALERTA | Acidente no IP3 faz pelo menos quatro vítimas

Em cima do minuto 70′, o internacional suíço enviou a bola à barra da baliza do AEK, após um forte cabeceamento e, no minuto seguinte, após uma grande confusão na área grega, Grimaldo remata para uma defesa fácil de Barkas. O Benfica estava por cima do encontro, tendo acelerado a partida e mostrando, pela primeira vez, que queria vencer a partida.

Seferovic era o mais inconformado dos encarnados, tentando desbloquear o resultado e dar uma vitória na despedida da Liga dos Campeões.

O momento de magia veio já perto do final da partida. Livre frontal à entrada da área grega e Grimaldo, um dos melhores em campo, rematou sem defesa possível para o guardião do AEK.

Até ao final do encontro, apenas de registar um enorme remate de Haris Seferovic à barra, num golo que teria sido de levantar o estádio.

Um jogo pobre da equipa de Rui Vitória, principalmente na primeira metade, e onde Seferovic e Grimaldo foram dos poucos com a lucidez suficiente para lutar pela conquista dos três pontos que tanta falta fazem aos cofres da Luz. O SL Benfica vai agora ser cabeça de série no sorteio da Liga Europa, agendado para  sexta-feira.

Equipas iniciais e substituições:

SL Benfica: Odisseas; André Almeida, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo; Pizzi (Cervi, 59′), Alfa Semedo e Gedson Fernandes; Rafa (Zivkovic, 34′), João Félix (Castillo, 76′) e Seferovic

AEK: Barkas; Bakakis, Oikonomou, Chygrynskiy e Hult; Galanopoulos, Cosic e Erik Morán (Rodrigo Galo, 77′); Klonaridis (Gianniotas, 61′), Boyé (Mantalos, 68′) e Ponce

Benfica1-0 AEK

Substituição no SL Benfica: Sai Rafa e entra Zivkovic, 34.
Cartão Amarelo a Rzezniczak, 37′.
Substituição no SL Benfica: Sai Pizzi e entra Cervi, 59.
Substituição no AEK: Sai Klonaridis e entra Gianniotas, 61.
Substituição no AEK: Sai Boye e entra Mantalos, 68.
Cartão Amarelo a Hult, 73′.
Substituição no SL Benfica: Sai João Félix e entra Castillo, 76.
Substituição no AEK: Sai Moran e entra Rodrigo Galo, 77.
Cartão Amarelo a Galanopoulos, 82′.
Segundo Amarelo a Galanopoulos, 87′.

 

Golo de Grimaldo, de livre directo, aos 88′.

 

 

 

 

Texto: Vítor Miguel Gonçalves | WIN

Impala Instagram


RELACIONADOS