Astana rescinde contrato com o ciclista Miguel Ángel López

A Astana rescindiu hoje contrato com o ciclista colombiano Miguel Ángel López, alegando novos elementos que apontam para uma “provável ligação” com o médico espanhol Marcos Maynar, investigado num caso de tráfico de medicamentos.

Astana rescinde contrato com o ciclista Miguel Ángel López

Astana rescinde contrato com o ciclista Miguel Ángel López

A Astana rescindiu hoje contrato com o ciclista colombiano Miguel Ángel López, alegando novos elementos que apontam para uma “provável ligação” com o médico espanhol Marcos Maynar, investigado num caso de tráfico de medicamentos.

“A Astana descobriu novos elementos que mostram uma provável ligação de Miguel Ángel López com o Dr. Marcos Maynar. Assim, a equipa não teve outra opção que não fosse a de terminar o contrato com o ciclista, baseando-se no regulamento interno da equipa, de forma imediata”, refere em comunicado.

Em maio, a Guardia Civil deteve em Cáceres Marcos Maynar, antigo médico da equipa de ciclismo portuguesa LA-MSS, por um alegado delito de tráfico ilegal de medicamentos, tendo-lhe sido imputados um crime contra a saúde pública e outro de tráfico ilegal de medicamentos.

O ciclista de 28 anos chegou a estar suspenso pela equipa este ano na sequência das notícias sobre o seu envolvimento no caso, mas acabou por ser reintegrado e ainda esteve presente na Volta a Espanha, terminando no quarto lugar da geral.

Miguel Ángel López já terminou a Volta a Espanha e a Volta a Itália no pódio, ambas com um terceiro lugar em 2018, e foi sexto na Volta a França de 2020.

O ciclista colombiano conta ainda com vitórias em etapas na Vuelta e no Tour, para além de triunfos na classificação geral na Volta à Suíça e Volta à Catalunha.

AJO (AMG) // AJO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS