Artur Jorge diz que Sporting de Braga não se ilude com elogios

O treinador Artur Jorge disse hoje que o Sporting de Braga não se ilude com os elogios e desejou fechar um ciclo exigente a ganhar na receção ao Vizela, domingo, da sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Artur Jorge diz que Sporting de Braga não se ilude com elogios

Artur Jorge diz que Sporting de Braga não se ilude com elogios

O treinador Artur Jorge disse hoje que o Sporting de Braga não se ilude com os elogios e desejou fechar um ciclo exigente a ganhar na receção ao Vizela, domingo, da sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O técnico do Vizela, Álvaro Pacheco, incluiu hoje o Sporting de Braga no lote dos candidatos ao título, consideração que Artur Jorge ‘encaixou’ como um “elogio simpático”.

“Percebo [o elogio] face ao que tem sido o desempenho que temos tido até ao momento, quem olha de fora pode ter considerações desse género. Mas, internamente, sabemos perfeitamente o que temos que fazer e temos anos suficientes disto para saber que não nos podemos iludir e que temos muito caminho pela frente. Vamos tentar ser imunes à euforia dos julgamentos sobre nós”, disse na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Os bracarenses continuam invictos e somaram, na quinta-feira, a sétima vitória consecutiva (em todas as competições), ao bater os alemães do Union Berlim, por 1-0, na segunda jornada do grupo D da Liga Europa.

Para Artur Jorge, a vontade dos adversários quererem impor a primeira derrota os bracarenses é “mais uma das dificuldades” para o jogo de domingo.

“É verdade que isso será um fator extra de motivação, tentarem interromper este nosso ciclo de vitórias, mas temos a ambição e determinação de poder continuar este registo”, disse.

O Vizela só venceu na primeira jornada, pelo que não ganha há cinco jogos, com derrotas à tangente com FC Porto (1-0, em casa) e Benfica (2-1, na ‘Luz’), jogos que Artur Jorge lembrou.

“Estamos determinados a fechar este ciclo muito congestionado, com jogos muito duros e de grau de dificuldade muito grande, com uma vitória, sabendo que vamos ter pela frente um adversário que vai tentar fazer com que isso não aconteça”, disse.

Sobre o registo ofensivo da equipa, melhor ataque da prova com 21 golos, Artur Jorge notou que “isso de pouco ou nada vale para o jogo de amanhã [domingo]”.

A equipa jogou quinta-feira e volta a jogar domingo, mas para o treinador dos ‘arsenalistas’ “quem quer jogar e competir ao mais alto nível tem de estar preparado para disputar dois ou três jogos por semana”.

“É dessa exigência que gostamos, poder jogar para ganhar em várias frentes, se isso é desvantagem ou vantagem, não sei”, disse.

Racic foi titular diante dos líderes da Bundesliga, mas a entrada de André Horta foi decisiva para desatar o ‘nó’ alemão.

“As alterações que fiz tiveram a ver mais com o lado estratégico, iniciar de uma certa forma o jogo com o Union Berlim. Seja o André Horta ou o Racic, como outros, têm de ser úteis e estar preparados para dar resposta sempre que a equipa precise”, disse.

Autor do golo que deu a vitória ao Sporting de Braga diante do Union Berlim, na quinta-feira, para a Liga Europa, Vitinha é um jogador de “características muito especiais”, referiu Artur Jorge, que já orientou o internacional sub-21 nos juniores e na equipa B dos ‘arsenalistas’.

“É um dos poucos ponta de lança portugueses na I Liga, um puro ‘9’, um jogador de área, extremamente combativo e que nos dá conforto pela sua combatividade e capacidade de finalização. A evolução há de surgir com os anos e a maturidade e vai tornar-se mais capaz, mais jogador e mais ponta de lança”, disse.

O defesa central Niakaté continua de fora, por lesão.

Sporting de Braga, segundo classificado, com 16 pontos, e Vizela, 13.º, com cinco, defrontam-se a partir das 20:30 de domingo, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado por André Narciso, da associação de Setúbal.

GYS // NFO

Lusa/Fim.

 

 

 

 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS