António Maio bate recorde com sétima vitórias nas motas em Portalegre

António Maio (Yamaha) tornou-se o mais vitorioso piloto de sempre nas motas na Baja de Portalegre, após triunfar hoje na mais emblemática prova do campeonato nacional de todo-o-terreno pela sétima vez.

António Maio bate recorde com sétima vitórias nas motas em Portalegre

António Maio bate recorde com sétima vitórias nas motas em Portalegre

António Maio (Yamaha) tornou-se o mais vitorioso piloto de sempre nas motas na Baja de Portalegre, após triunfar hoje na mais emblemática prova do campeonato nacional de todo-o-terreno pela sétima vez.

O piloto alentejano terminou a prova com o tempo de 5:03.17,3 horas, deixando Gustavo Gaudêncio (Honda), segundo, a 6.32 minutos, e ainda na luta pelo título nacional. André Sérgio (Yamaha) foi o terceiro, já a 10.27 minutos do vencedor.

“Sair de Portalegre com uma vitória é sempre bom. Ser o piloto mais vitorioso nas motas era um dos objetivos desta prova e da carreira. Já o perseguia há algum tempo e sabia que acabaria por se concretizar. Foi um final bastante intenso, mas, graças à vantagem que ganhei na manhã de hoje, pude fazer a gestão correta na última parte”, explicou António Maio.

De acordo com a organização, Luís Oliveira (Yamaha), que tinha sido o mais rápido na qualificação, abandonou com problemas mecânicos, enquanto o luso-germânico Sebastian Bühler (Hero), que dominara o SS2, desistiu na sequência de uma queda.

Nos quads, a vitória sorriu ao transmontano Luís Fernandes (Yamaha), que vence uma prova do campeonato pela segunda vez consecutiva, depois de já ter triunfado no Oeste.

O piloto de Vinhais terminou com o tempo de 5:19.50,6 horas, deixando Luís Engeitado (Yamaha), segundo, a 4.22,1 minutos, com Flávio Gonçalves (Yamaha) em terceiro, já a 20.51,3.

“É fantástico ter ganhado, com este ambiente, público e concorrência, e só posso dizer que gostei imenso”, disse Luís Fernandes.

 Nos SSV, a vitória foi de Gonçalo Guerreiro (Can Am), com o tempo de 5:16.13,7 horas, deixando Alexandre Pinto (Can Am) a 42,2 segundos e o atual campeão nacional de ralis, Armindo Araújo (Can Am), em terceiro, a 1.35,1 minutos.

 

AGYR // PFO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS