Alice Pignagnoli, a guarda-redes que deixa de receber ordenado depois de anunciar gravidez

Alice Pignagnoli diz ter sido tratada como um “brinquedo velho” depois de ter revelado ao clube que estava grávida.

Alice Pignagnoli, a guarda-redes que deixa de receber ordenado depois de anunciar gravidez

Alice Pignagnoli diz ter sido tratada como um “brinquedo velho” depois de ter revelado ao clube que estava grávida.

Aquele que tinha tudo para ser um momento feliz na vida de Alice Pignagnoli acabou por se transformar numa polémica de dimensão internacional. Tudo porque a guarda-redes da equipa feminina do Lucchese, da Série C do campeonato italiano, recorreu às redes sociais para relatar o inferno por que tem passado desde que anunciou ao clube que estava grávida do segundo filho.

Leia depois
As 8 futebolistas mais sexy do mundo
O futebol feminino está em claro crescimento e, como tal, a notoriedade de algumas jogadoras disparou. Estas são algumas das futebolistas mais sexy do mundo (… continue a ler aqui)

A jogadora diz ter sido afastada do clube, que acusa de a tratar como um “brinquedo velho”. “Pensei que não tinha medos, que não me deixava abater pelos acontecimentos. Em vez disso, a vida surpreendeu-me”, começa por revelar numa publicação que ilustra com a foto da barriga. “Estes têm sido meses muito difíceis. Sair de campo é, para mim, um luto completo. Então, ao contrário do que esperava, ser tratada de maneira hostil pelo clube, que me magoou enquanto mulher, mãe e atleta, criou uma mágoa profunda”, prossegue a jogadora, de 34 anos.

Clube deixa de pagar ordenado

“Senti-me sozinha, inútil, incompetente, um brinquedo velho para mandar fora. Depois vieram as náuseas, o cansaço, a barriga a crescer a um ritmo que já não dava para esconder, a impossibilidade de fazer o que sempre fiz. A mudança no meu corpo e o medo do futuro, pessoas que nem perguntam como estava”, desabafa. Alice Pignagnoli termina a publicação com um pedido. Para que as mulheres “sejam valorizadas pelo seu valor e não pela quantidade de filhos que têm”.

Em entrevista ao Repubblica, a jogadora diz que deixou mesmo de receber o ordenado. “O treinador e as meninas foram fantásticos, mas o clube disse-me que não me pagaria mais apesar do que estava escrito no contrato e aos poucos começaram a excluir-me da equipa”, conta. “Primeiro pediram-me para devolver o equipamento desportivo apesar do meu contrato até ao final da época. Depois, para libertar o meu lugar de dormir e expulsaram-me da equipa sem dizer uma palavra”, lamenta.

Desejo de voltar ao futebol

A antiga guarda-rede de clubes como o Milan revela ainda que tudo foi diferente na primeira gravidez. Que aconteceu numa altura em que era titular do Cesena, da Série B. “Tinha acabado de chegar há dois meses. Descobri que estava grávida. O clube tratou-me como um ser humano. Disseram-me que era uma jogadora importante e que, se quisesse, poderia ficar perto da equipa”, conclui. Apesar de tudo isto, Alice Pignagnoli revela o desejo de voltar ao futebol e espera que alguma equipa revela interesse em si.

Percorra a galeria e veja mais fotos de Alice Pignagnoli.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Reprodução Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS