Adeptos do Sporting assobiam e pedem demissão de Bruno de Carvalho

Adeptos do Sporting assobiam e pedem demissão de Bruno de Carvalho

Adeptos do Sporting pediram hoje a demissão de Bruno de Carvalho através de cânticos e fortes assobios, e, por outro lado, incentivaram os futebolistas ‘leoninos’, antes do jogo.

Adeptos do Sporting pediram hoje a demissão de Bruno de Carvalho através de cânticos e fortes assobios, e, por outro lado, incentivaram os futebolistas ‘leoninos’, antes da partida diante do Paços de Ferreira, da I Liga portuguesa.

LEIA MAIS: Última Hora: Bruno de Carvalho a caminho do hospital

No Estádio José Alvalade, e assim que o presidente subiu ao relvado, dirigindo-se ao banco de suplentes, foi fortemente assobiado pela massa associativa, que entoou um cântico esclarecedor de imediato, clamando a sua «demissão».

Ao contrário da generalidade do público, a mais antiga claque dos ‘leões’, a Juventude Leonina, deixou críticas aos jogadores através uma traja: «Amar é sentir o clube, tudo o que vocês não sentem», cantando de seguida «joguem à bola com amor à camisola».

Nas bancadas, fora da zona das claques, foram, porém, variadas as críticas a Bruno de Carvalho, inclusivamente com alguns adeptos a mostrarem lenços brancos ao presidente.

As manifestações de desagrado com o líder do clube surgiram também em tarjas, com uma a deixar um aviso: «A nossa paciência tem limites».

Outros pediram, claramente, o adeus de Bruno de Carvalho, com um adepto com um cartaz onde se lia “Bruno votei em ti mas… rua” e outro com um mais simples «Bye bye BdC».

O presidente Bruno de Carvalho criticou na quinta-feira as exibições de alguns jogadores do Sporting, a seguir à derrota em casa do Atlético de Madrid (2-0), na Liga Europa

Na sexta-feira, 19 jogadores do plantel, entre os quais Rui Patrício, William Carvalho, Fábio Coentrão, Coates, Gelson Martins e Bruno Fernandes, divulgaram um comunicado em que manifestaram «desagrado» com as críticas do presidente do clube.

Em resposta, Bruno de Carvalho partilhou um texto no Facebook, visível para os seus amigos na rede social, em suspendia os jogadores que subscreveram um comunicado e fazia saber que teriam de enfrentar a disciplina do clube.

LEIA MAIS: Bruno de Carvalho reage a polémica: «O Presidente faz e age como quer e onde quer»

No sábado, o treinador da equipa, Jorge Jesus, afirmou que os futebolistas não receberam qualquer nota de suspensão por parte do clube e garantiu que Bruno de Carvalho lhe deu “liberdade para convocar os jogadores” que entendesse para o jogo de hoje com o Paços de Ferreira, da 29.ª jornada da I Liga.

Antes do encontro, Bruno de Carvalho voltou a colocar um ‘post’ no Facebook a criticar os jogadores, afirmando que «serão mantidos os processos disciplinares» aos jogadores, que mancharam «o bom nome do presidente e do clube».

 


RELACIONADOS

Adeptos do Sporting assobiam e pedem demissão de Bruno de Carvalho

Adeptos do Sporting pediram hoje a demissão de Bruno de Carvalho através de cânticos e fortes assobios, e, por outro lado, incentivaram os futebolistas ‘leoninos’, antes do jogo.