Covid-19: Equipa alemã começa a tratar primeiros pacientes na segunda-feira

A equipa médica militar alemã que veio ajudar Portugal no combate à covid-19 começa a tratar os primeiros pacientes na segunda-feira, disse à agência Lusa o porta-voz missão.

Covid-19: Equipa alemã começa a tratar primeiros pacientes na segunda-feira

Covid-19: Equipa alemã começa a tratar primeiros pacientes na segunda-feira

A equipa médica militar alemã que veio ajudar Portugal no combate à covid-19 começa a tratar os primeiros pacientes na segunda-feira, disse à agência Lusa o porta-voz missão.

Constituída por 26 profissionais de saúde, entre os quais seis médicos, que trouxeram também 40 ventiladores móveis e 10 estacionários, 150 bombas de infusão e outras tantas camas hospitalares, a equipa de militares germânicos chegou a Portugal na quarta-feira, 03 de fevereiro, e ficaram instalados no Hospital da Luz, em Lisboa.

Em declarações à Lusa, o porta-voz da missão, tenente-coronel Kieron Kleinert, explicou que a equipa terá capacidade para “tratar oito pacientes ao mesmo tempo, 24 horas por dia, sete dias por semana”, sublinhando que “apenas vai tratar doentes” com a covid-19.

O oficial explicou que nos últimos dias os profissionais de saúde alemães estiveram a “familiarizar-se e a aprender” os procedimentos, os protocolos e as diretrizes utilizados em Portugal, que têm diferenças face ao que é praticado na Alemanha, de forma “a evitar qualquer erro que possa vir a ser fatal”.

Kieron Kleinert referiu que a equipa “foi muito bem recebida e que tem tido todo o apoio e material necessários”, o que deixa estes profissionais “sensibilizados” e agradecidos pela forma como foram recebidos e estão a ser tratados pelas autoridades portuguesas.

O porta-voz da missão partilhou ainda que ficou impressionado com Lisboa nesta fase, que parece uma “cidade fantasma, com as ruas praticamente vazias, sem pessoas”.

Esta equipa de profissionais de saúde alemães vai permanecer no país por um período de três semanas, estando prevista a sua substituição a cada 21 dias, até ao final de março, caso seja necessário.

Para o tenente-coronel Kieron Kleinert, a eventual substituição desta equipa “vai depender do evoluir da situação pandémica”, mas também de uma decisão política.

Este oficial deu conta ainda de que está agendada para a tarde de segunda-feira, pelas 15:00, uma conferência de imprensa, no Hospital da Luz.

O avião que transportou esta equipa médica alemã aterrou em Lisboa ao início da tarde de 03 de fevereiro, no aeroporto militar de Figo Maduro, e foi recebida pelos ministros da Defesa, João Gomes Cravinho, e da Saúde, Marta Temido, que agradeceram a sua disponibilidade.

Na ocasião, a ministra explicou que o Hospital da Luz (Lisboa) dispunha de instalações, mas não de profissionais de saúde.

O processo de auxílio alemão a Portugal arrancou em 25 de janeiro, na sequência de um pedido de ajuda da ministra da Saúde, Marta Temido, à ministra da Defesa alemã, Annegret Kramp-Karrenbauer.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.299.637 mortos resultantes de mais de 105 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.954 pessoas dos 761.906 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

LEIA MAIS Covid-19: Imunologistas admitem que não serão necessários reforços de vacinação

Impala Instagram


RELACIONADOS