Covid-19: Angola regista novo recorde de infeções com 355 casos e mais um óbito

Angola registou um novo recorde de infeções do novo coronavírus, com 355 novos casos nas últimas 24 horas, e mais um morto, totalizando agora 268 óbitos, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Covid-19: Angola regista novo recorde de infeções com 355 casos e mais um óbito

Covid-19: Angola regista novo recorde de infeções com 355 casos e mais um óbito

Angola registou um novo recorde de infeções do novo coronavírus, com 355 novos casos nas últimas 24 horas, e mais um morto, totalizando agora 268 óbitos, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Luanda, foco da pandemia em Angola, Cunene, Cabinda, Cuanza Norte e Huambo são as províncias em que se registaram os novos casos nas últimas 24 horas, afetando pessoas com idades entre os dois meses e 81 anos.

Neste período, foram recuperados 47 pacientes.

Segundo Franco Mufinda, Angola apresenta uma taxa de positividade de 6,5% e a de letalidade de 2,8%.

Luanda, com circulação comunitária do vírus, é a província mais afetada e contabiliza 8.097 casos positivos e 236 óbitos.

A Huíla com 242 casos, Cabinda com 236 infetados, Zaire com 233 e Benguela com 194 são as outras províncias angolanas mais afetadas pelo novo coronavírus.

Angola, que desde 26 de maior vive em situação de calamidade pública, conta agora com 9.381 casos de covid-19, dos quais 5.605 ativos, 268 óbitos e 3.508 recuperados.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.316 em Portugal.

Em África, há 41.145 mortos confirmados em mais de 1,7 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Angola regista 268 óbitos e 9.381 casos, seguindo-se Cabo Verde (94 mortos e 8.322 casos), Guiné Equatorial (83 mortos e 5.079 casos), Moçambique (85 mortos e 11.895 casos), Guiné-Bissau (41 mortos e 2.403 casos) e São Tomé e Príncipe (15 mortos e 935 casos).

 

DIAS // HB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS