Apenas 60% dos convocados para vacinação respondem à SMS

A convocatória para o reforço da vacina contra a covid-19 está a ser feito por SMS e são muitos os idosos que não respondem.

Apenas 60% dos convocados para vacinação respondem à SMS

Apenas 60% dos convocados para vacinação respondem à SMS

A convocatória para o reforço da vacina contra a covid-19 está a ser feito por SMS e são muitos os idosos que não respondem.

A convocatória para o reforço da vacina contra a covid-19 está a ser feito por SMS e são muitos os idosos que não respondem. A notícia é do JN com dados avançados pelo presidente da Associação Nacional das Unidades de Saúde Familiar (USF-AN) que fala numa taxa de resposta de 60%. As causas variam entre dificuldades em ler e responder às mensagens, acrescido de problemas de deslocação.

DGS apela à adesão à vacinação

A USF-AN defende o agendamento local e uma maior proximidade no processo. A DGS já apelou à adesão à vacinação em curso, se necessário pedindo “apoio a familiares ou amigos” para autoagendamento. De acordo com o balanço feito a 28 de outubro pela Direção-Geral da Saúde (DGS), contam-se 385 mil vacinas contra a gripe administradas e 200 mil pessoas com reforço contra a covid.

LEIA MAIS Cuidadores informais com direito a teletrabalho por período máximo de 4 anos

Impala Instagram


RELACIONADOS