Impala

Detetive Collin Sutton considera «quase impossível» encontrar Maddie McCann

O detective britânico Colin Sutton criticou o recente financiamento recebido para continuar a investigação sobre o desaparecimento de Maddie McCann.

Collin Sutton, um antigo prestigiado detective da Scotland Yard afirmou que «não entende» como é que a investigação do desaparecimento de Maddie McCann continuar a ser financiada, tendo em conta que é «quase impossível» encontrar a menina.

LEIA MAIS: Jovem estudante de Manchester assegura: «Eu sou Madeleine McCann»

Collin Sutton, que em 2007 foi um dos nomes apontados para liderar a investigação, revelou a uma televisão australiana que acredita que os últimos 200 mil euros investidos no caso de Maddie são recursos desperdiçados. O detective, que defende a teoria de que o cadáver de Maddie pode estar num dos mais de 600 poços antigos do Algarve, garante que passados 11 anos,  encontrar a menina é um objectivo irreal.

LEIA TAMBÉM: Caso Maddie McCann: Madeleine pode ter morrido antes do dia 3 de maio de 2007

Investigação recebe mais de 12 milhões de euros em 11 anos

Um porta-voz do governo britânico assegurou que o governo continua a ter interesse nesta investigação: «o governo continua empenhado na investigação ao desaparecimento de Madeleine McCann».

O pedido de mais verbas foi feito em fevereiro e ao longo da última década foram feitos vários «reforços» a nível financeiro para que a Operação Grange, como é denominada, continuasse.

De acordo com o jornal britânico Telegraph, desde 2011 foram investidos cerca de  11 milhões de libras (12,6 milhões de euros ao câmbio atual).

Para esta investigação, foi acordado que o governo garantiria cerca de £ 154.000, ou seja, cerca de 176.196 mil euros, a cada seis meses. Os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, de Rothley, Leicestershire, prometeram nunca desistir de encontrar a filha.

ESPREITE AINDA: Hernâni Carvalho: «O país gastou muito mais dinheiro à procura da Maddie do que do Rui Pedro»


RELACIONADOS

Detetive Collin Sutton considera «quase impossível» encontrar Maddie McCann

O detective britânico Colin Sutton criticou o recente financiamento recebido para continuar a investigação sobre o desaparecimento de Maddie McCann.