Madrasta torturou o enteado com comida cheia de laxante e pimenta

Danielle Miller torturou o enteado e também o queimou e abusou dele psicologicamente, ameaçando-o de que ratos iriam buscá-lo

Uma mulher foi presa nos Estados Unidos por maus-tratos ao enteado. Danielle Miller, de 31 anos, vive na Pensilvânia e está acusada por tentativa de homicídio ao filho do companheiro, criança de apenas 4 anos. Torturou o enteado, queimando-o, inclusive.

LEIA MAIS: Yorkshire morreu espancada por ex-namorado da dona [vídeos]

A madrasta alimentava o menino com feijão ‘carregado’ de laxante e pimenta. Impedia depois a criança de beber água e trancava-a num armário horas a fio.

Os abusos eram também psicológicos. Enquanto o enteado estava encerrado no escuro, arranhava as portas do armário na parte exterior e gritava para o interior que eram ratos que o iam buscar.

Enquanto torturou o enteado, o companheiro e pai da criança nada fez e ambos estão presos a aguardarem julgamento

Dizia ainda ao filho do companheiro que ele era filho de outra mulher. De acordo com o Daily Mail, Danielle está presa e pai do menino também foi detido, por não ter impedido os maus-tratos.

A investigação levou ainda as autoridades a determinarem que a madrasta prendia as pernas da criança com fita adesiva para deixá-la imóvel durante e após as torturas.

LEIA MAIS: Polícia encontra ossadas e perna e soluciona 3 mortes [vídeo (+18)]

Pior. Foi possível concluir, depois de exames ao menino, que era queimado com frequência. A polícia crê que atos de Danielle Miller eram motivados pelo fato de o menino não ser filho biológico dela. A criança foi entregue a familiares, que manterão a sua guarda.

LEIA MAIS: Assalto a loja de conveniência com armas de fogo apanhado por câmaras de vigilância [vídeo]

Mais

RELACIONADOS

Madrasta torturou o enteado com comida cheia de laxante e pimenta

Danielle Miller torturou o enteado e também o queimou e abusou dele psicologicamente, ameaçando-o de que ratos iriam buscá-lo