Impala

Tempestade Ana causa um morto, derruba 389 árvores e provoca 37 inundações

Um morto e três feridos ligeiros era às 20:00 o balanço da tempestade Ana, que afetou Portugal continental

Um morto e três feridos ligeiros era às 20:00 de domingo o balanço da tempestade Ana, que afetou Portugal continental, segundo um balanço da Autoridade Nacional da Proteção Civil.

Luís Belo Costa, adjunto nacional de proteção e socorro, disse que a chuva e o vento fortes provocaram também a queda de 389 árvores. Foram ainda registadas 37 inundações e 92 quedas de estruturas, disse também.

Em Marco de Canaveses uma mulher morreu na sequência de uma queda de árvore, que provocou também duas “vítimas leves”. Outra vítima também ligeira foi registada devido igualmente a uma queda de árvore, disse Luís Belo Costa.

Os bombeiros de Marco de Canavezes disseram que a mulher morreu depois das 17:00, na localidade de Freixo, estrada nacional 211.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) o período mais crítico é a noite deste domingo e madrugada de segunda-feira, com vento forte com rajadas que podem chegar a 130 quilómetros por hora, chuva forte e queda de neve.

Outros artigos em destaque

Presidente da Raríssimas reage às acusações e é imediatamente atacada
Mulher adota órfão de 7 anos que pesava apenas 4,5 kg
Georgina sobe ao palco com Ronaldo e recebe presente para Alana Martina
Autor do disparo que matou segurança tem 17 anos
seguranças privados
#3 Grande Reportagem | Seguranças privados: Das balas ao coração (vídeo)
25 motivos que levam as mulheres a querer sexo

 


RELACIONADOS