Impala

PM do Canadá condena ataque a mesquita do Quebeque que causou pelo menos 4 mortos

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, condenou hoje o ataque perpetrado contra uma mesquita da cidade do Quebeque, em que morreram pelo menos quatro pessoas.

Quebeque, Canadá, 30 jan (Lusa) — O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, condenou hoje o ataque perpetrado contra uma mesquita da cidade do Quebeque, em que morreram pelo menos quatro pessoas.


“Esta noite os canadianos lamentam os mortos num cobarde ataque numa mesquita da cidade do Quebeque. Os meus pensamentos estão com as vítimas e as suas famílias”, escreveu Trudeau na sua conta de Twitter.


A polícia do Quebeque confirmou que o ataque contra o Centro Cultural Islâmico da cidade causou mortos e feridos, mas sem precisar números.


Dois homens encapuzados entraram na mesquita por volta das 19:15 de domingo (00:15 de hoje em Lisboa), disseram testemunhas à televisão.


Um grande dispositivo policial foi destacado rapidamente para o local e os primeiros feridos foram socorridos por ambulâncias no local.


O “La Presse” informou na sua edição online que, por volta das 21:15 de domingo (02:15 de hoje em Lisboa), um suspeito do ataque foi localizado pela polícia numa das pontes da cidade.


A estação canadiana CBC disse que três suspeitos terão alegadamente participado no ataque e que dois foram detidos pela polícia.


Os meios de comunicação locais indicaram que pelo menos quatro pessoas morreram. Já o Centro Cultural Islâmico elevou a cinco o número de vítimas mortais.


“Disseram-me que há pelo menos cinco mortos”, disse Mohammed Yangi, presidente do Centro Cultural Islâmico da capital do Quebeque.


A mesquita foi alvo de atos de vandalismo e mensagens xenófobas nos últimos meses.



FV // FV

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

PM do Canadá condena ataque a mesquita do Quebeque que causou pelo menos 4 mortos

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, condenou hoje o ataque perpetrado contra uma mesquita da cidade do Quebeque, em que morreram pelo menos quatro pessoas.