Impala

Mulher desaparecida em Grândola encontrada “com vida mas maltratada” – PJ

A mulher que estava desaparecida desde o início desta semana na zona de Grândola, distrito de Setúbal, foi encontrada com vida, na companhia do ex-companheiro, “mas maltratada”, disse à Lusa fonte da PJ.

Lisboa, 06 jan (Lusa) — A mulher que estava desaparecida desde o início desta semana na zona de Grândola, distrito de Setúbal, foi encontrada com vida, na companhia do ex-companheiro, “mas maltratada”, disse hoje à Lusa fonte da PJ.


A mulher, de 37 anos, “foi encontrada esta manhã com vida, mas maltratada, e está a caminho do hospital”, disse à Lusa fonte da Polícia Judiciária, quando eram cerca de 08:00, sem indicar o local nem a unidade de saúde.


O desaparecimento da mulher residente na zona de Grândola estava a ser investigado pela Polícia Judiciária.


A polícia suspeitava de um homem com quem a mulher teve um relacionamento.


A fonte da Polícia Judiciária de Setúbal indicou à agência Lusa que foram alertados na segunda-feira para o desaparecimento de uma mulher, de 37 anos, que foi trabalhar e não regressou à hora habitual, tendo sido encontrado o veículo em que se fazia transportar.


“O desaparecimento ocorreu em circunstâncias não muito vulgares, o que pode levantar a suspeita de crime”, adiantou então a fonte da PJ.


A investigação do caso estava a ser efetuada pela PJ de Setúbal, depois do desaparecimento da mulher ter sido participado no Destacamento Territorial de Grândola da GNR.



JPS/JGS (TCA) // JPS


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Mulher desaparecida em Grândola encontrada “com vida mas maltratada” – PJ

A mulher que estava desaparecida desde o início desta semana na zona de Grândola, distrito de Setúbal, foi encontrada com vida, na companhia do ex-companheiro, “mas maltratada”, disse à Lusa fonte da PJ.