Impala

Mais de cem pessoas retiradas de seis prédios em Guimarães devido a um incêndio

Cento e cinquenta pessoas foram hoje retiradas de seis prédios de habitação em Guimarães devido a um incêndio que começou na garagem de um edifício, não havendo vítimas entre os habitantes, adiantou uma fonte dos bombeiros voluntários.

Lisboa, 12 jan (Lusa) — Cento e cinquenta pessoas foram hoje retiradas de seis prédios de habitação em Guimarães devido a um incêndio que começou na garagem de um edifício, não havendo vítimas entre os habitantes, adiantou uma fonte dos bombeiros voluntários.


“O incêndio terá começado na garagem de um dos prédios e depois propagou-se a outros edifícios”, adiantou a mesma fonte dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, acrescentando que não há vítimas, embora um bombeiro tenha sofrido queimaduras numa mão.


O alerta para o incêndio na Rua Comandante Luís de Pina, em Guimarães, distrito de Braga, foi dado às 04:07, obrigando à retirada de 150 pessoas do complexo composto por seis prédios de habitação com quatro andares.


A mesma fonte disse que várias pessoas foram assistidas no local por inalação de fumo, mas sem gravidade, dispensando a ida ao hospital.


Alguns andares dos prédios estão danificados devido à ação do fumo e do fogo, acrescentou a fonte.


O incêndio foi entretanto dado como dominado às 06:25, disse a mesma fonte, encontrando-se no local, às 07:00, 35 operacionais, apoiados por 10 viaturas, oito elementos da proteção civil e elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP).



DD // SB


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Mais de cem pessoas retiradas de seis prédios em Guimarães devido a um incêndio

Cento e cinquenta pessoas foram hoje retiradas de seis prédios de habitação em Guimarães devido a um incêndio que começou na garagem de um edifício, não havendo vítimas entre os habitantes, adiantou uma fonte dos bombeiros voluntários.