Liga dos Bombeiros diz que comandante da ANPC estava

Liga dos Bombeiros diz que comandante da ANPC estava “completamente deslocado” no cargo

O presidente Liga dos Bombeiros Portugueses afirmou à Lusa que o coronel António Paixão estava “completamente deslocado” no cargo de comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e elogiou a mudança.

Lisboa, 08 mai (Lusa) — O presidente Liga dos Bombeiros Portugueses afirmou hoje à Lusa que o coronel António Paixão estava “completamente deslocado” no cargo de comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e elogiou a mudança.


“Para mim, a razão da demissão foi ter honestidade, ter interpretado que não seria capaz de exercer esta função tão complexa. Penso que ele refletiu, analisou, ponderou e numa atitude de honestidade, optou não por continuar”, disse hoje à agência Lusa Jaime Marta Soares.


O coronel José Manuel Duarte da Costa foi esta segunda-feira designado pelo secretário de Estado da Proteção Civil para exercer as funções de comandante operacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), substituindo no cargo o coronel António Paixão.


Segundo um comunicado do Ministério da Administração Interna, o coronel António Francisco Carvalho da Paixão “pediu a exoneração do cargo por motivos pessoais”, o que foi aceite.



AJO // ARA

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Liga dos Bombeiros diz que comandante da ANPC estava “completamente deslocado” no cargo

O presidente Liga dos Bombeiros Portugueses afirmou à Lusa que o coronel António Paixão estava “completamente deslocado” no cargo de comandante operacional nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e elogiou a mudança.