Impala

IC27 reaberto ao trânsito após acidente com duas ambulâncias no Algarve

O trânsito no Itinerário Complementar 27 (IC27) foi restabelecido às 14:33, entre Castro Marim e Alcoutim, no Algarve, após uma colisão que envolveu cinco veículos, incluindo duas ambulâncias, e causou cinco feridos, um deles grave, informou fonte da GNR.

Alcoutim, Faro, 19 dez (Lusa) — O trânsito no Itinerário Complementar 27 (IC27) foi restabelecido às 14:33, entre Castro Marim e Alcoutim, no Algarve, após uma colisão que envolveu cinco veículos, incluindo duas ambulâncias, e causou cinco feridos, um deles grave, informou fonte da GNR.


A fonte das Relações Públicas do Comando Territorial de Faro da GNR acrescentou que o acidente está a ser investigado pelo Núcleo de Investigação de Acidentes de Viação (NIAC), que irá determinar as causas que estiveram na origem do sinistro.


A colisão, que além das duas ambulâncias envolveu também um pesado e outros dois veículos ligeiros, ocorreu no IC27 pouco depois das 12:00, numa zona desse itinerário que pertence ao concelho de Alcoutim, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro à agência Lusa.


A mesma fonte precisou que o acidente provocou quatro feridos ligeiros e um ferido grave, que teve de ser transportado para o Hospital de Faro de helicóptero.


As ambulâncias envolvidas no acidente pertenciam à Cruz Vermelha Portuguesa e aos Bombeiros de Alcoutim, ainda segundo a fonte do CDOS.


O socorro no local do acidente esteve a ser prestado por 16 veículos dos Bombeiros de Vila Real de Santo António, de Alcoutim e Tavira, 45 operacionais e um helicóptero da Autoridade Nacional da Proteção Civil.



MHC (SCYS/JPC) // JLG



Lusa/fim


RELACIONADOS

IC27 reaberto ao trânsito após acidente com duas ambulâncias no Algarve

O trânsito no Itinerário Complementar 27 (IC27) foi restabelecido às 14:33, entre Castro Marim e Alcoutim, no Algarve, após uma colisão que envolveu cinco veículos, incluindo duas ambulâncias, e causou cinco feridos, um deles grave, informou fonte da GNR.