Impala

Governo português “condena firmemente” duplo atentado em Istambul

O Governo português condenou o duplo atentado ocorrido no sábado à noite em Istambul, na Turquia, e lamentou as vítimas, de acordo com uma declaração do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, enviada à agência Lusa.

Lisboa, 11 dez (Lusa) – O Governo português condenou hoje o duplo atentado ocorrido no sábado à noite em Istambul, na Turquia, e lamentou as vítimas, de acordo com uma declaração do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, enviada à agência Lusa.


“O Governo português condena firmemente o atentado ontem [sábado] ocorrido em Istambul nas imediações do Estádio do Besiktas, lamentando as vítimas do mesmo e esperando um rápido restabelecimento dos feridos”, refere o ministro.


De acordo com o ministro do interior turco, o atentado causou a morte a pelo menos 38 pessoas, incluindo 30 polícias, e ferimentos em 155.


Na declaração enviada à Lusa, Augusto Santos Silva adianta que o “Governo português reitera a sua solidariedade com o governo e o povo da Turquia e a sua plena disponibilidade para cooperar com as autoridades turcas na luta contra o terrorismo”.


No sábado, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou que enviou condolências ao seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, após os atentados.


“Foi com profundo pesar que tomei conhecimento das explosões que ocorreram hoje (sábado) junto ao estádio do clube de futebol Besiktas, em Istambul (…). Condeno, de forma veemente, este bárbaro ataque contra vítimas inocentes”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, numa declaração publicada no ‘website’ oficial da Presidência da República


A primeira explosão ocorreu no sábado à noite junto ao estádio do clube de futebol Besiktas, com recurso a um carro armadilhado, e a segunda, provocada por um bombista suicida, deu-se num parque próximo do estádio.


O ministro do Interior turco, Süleyman Soylu, veio dizer hoje que as primeiras informações recolhidas após o duplo atentado, apontam os separatistas curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) como autores dos ataques.



SB (CSR) // SO


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Governo português “condena firmemente” duplo atentado em Istambul

O Governo português condenou o duplo atentado ocorrido no sábado à noite em Istambul, na Turquia, e lamentou as vítimas, de acordo com uma declaração do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, enviada à agência Lusa.