Estudantes moçambicanas vão reforçar presença feminina na Wikipedia

Estudantes moçambicanas vão reforçar presença feminina na Wikipedia

Um grupo de 20 estudantes do sexo feminino da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo, vai hoje tentar reforçar a presença de mulheres na Wikipedia, a maior enciclopédia na Internet.

Maputo, 13 abr (Lusa) – Um grupo de 20 estudantes do sexo feminino da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo, vai hoje tentar reforçar a presença de mulheres na Wikipedia, a maior enciclopédia na Internet.


Uma sessão de trabalho orientada por Dumisani Ndubane, dirigente da Fundação Wikimedia na África de Sul, vai promover a escrita e edição de artigos na Wikipédia.


As participantes vão editar sobre mulheres, especialistas e modelos em diferentes áreas da sociedade moçambicana.


A ação terá em atenção o facto de “mais de 80% dos perfis publicados serem sobre homens e 90% do conteúdo da enciclopédia ser também escrito por autores masculinos”, refere a organização do evento, uma parceria da Embaixada da Suécia com a UEM.


O evento decorre no âmbito da campanha global #WikiGap, uma iniciativa da Suécia e da WikiMedia que visa aumentar a representação feminina na Internet.


“O objetivo é encorajar a todos para aumentar a produção de perfis e artigos sobre mulheres na Wikipédia, em diferentes campos do saber” e, como resultado, impulsionar a igualdade de género na Internet.



LFO // VM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Estudantes moçambicanas vão reforçar presença feminina na Wikipedia

Um grupo de 20 estudantes do sexo feminino da Universidade Eduardo Mondlane (UEM), em Maputo, vai hoje tentar reforçar a presença de mulheres na Wikipedia, a maior enciclopédia na Internet.