Impala

Autoridades canadianas classificam de “terrorista” ataque contra mesquita no Quebeque

O primeiro-ministro do Quebeque, Philippe Couillard, classificou de “terrorista” o ataque perpetrado esta noite contra uma mesquita da capital daquela província canadiana em que morreram várias pessoas.

Toronto, Canadá, 30 jan (Lusa) — O primeiro-ministro do Quebeque, Philippe Couillard, classificou de “terrorista” o ataque perpetrado esta noite contra uma mesquita da capital daquela província canadiana em que morreram várias pessoas.


Philippe Couillard escreveu na rede social Twitter que “como resultado deste ato terrorista, pedi que a bandeira na Assembleia Nacional (parlamento provincial) seja hasteada a meia-haste”.


Várias pessoas morreram na noite de domingo (madrugada de hoje em Lisboa) quando duas ou três pessoas entraram no Centro Cultural Islâmico da cidade do Quebeque e dispararam contra os presentes.


A polícia do Quebeque confirmou que o ataque causou vários mortos e feridos, mas não revelou o número de vítimas mortais.


O responsável do Centro Cultural Islâmico disse aos meios de comunicação locais que uma testemunha referiu cinco mortos.


A polícia disse que a situação está “sob controlo”, mas não confirmou a informação dos órgãos de comunicação locais de que duas pessoas foram detidas e que outra estaria a ser procurada pelas autoridades.


O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, também condenou o ataque.


“Esta noite os canadianos lamentam os mortos num cobarde ataque numa mesquita da cidade do Quebeque. Os meus pensamentos estão com as vítimas e as suas famílias”, escreveu Trudeau na sua conta de Twitter.



FV // FV.

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Autoridades canadianas classificam de “terrorista” ataque contra mesquita no Quebeque

O primeiro-ministro do Quebeque, Philippe Couillard, classificou de “terrorista” o ataque perpetrado esta noite contra uma mesquita da capital daquela província canadiana em que morreram várias pessoas.