Impala

Venezuelanos impedidos de efetuar pagamentos com cartões de crédito e débito

Uma falha técnica na plataforma do consórcio Credicard está a impedir, desde sexta-feira, os venezuelanos de efetuarem compras com os cartões de crédito e de débito nos terminais de pagamento do estabelecimentos comerciais.

Caracas, 03 dez (Lusa) – Uma falha técnica na plataforma do consórcio Credicard está a impedir, desde sexta-feira, os venezuelanos de efetuarem compras com os cartões de crédito e de débito nos terminais de pagamento do estabelecimentos comerciais.


A falha que afeta duas dezenas de instituições bancárias, ocorre numa altura em que os venezuelanos estão também impossibilitados de efetuar levantamentos no multibanco devido ao facto de estarem a ser adaptados para funcionar com notas de valor superior aos atuais 100 bolívares (0,15 euros).


“Motivado por falhas técnicas na nossa plataforma tecnológica, encontramo-nos impossibilitados de prestar o serviço transacional habitual nos terminais de pagamento. A nossa equipa técnica encontra-se a trabalhar para solucionar o inconveniente e restabelecer o mesmo à brevidade possível”, refere um comunicado da Credicard.


Na sequência da falha técnica o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ordenou ao Serviço Bolivariano de Inteligência (SEBIN, serviços secretos) que investigue o consórcio Credicard ao que alegadamente acusa de “sabotar” a economia venezuelana.


“Já ordenei uma investigação. Disse ao chefe do SEBIN que fosse imediatamente para o centro de Credicard e tomasse todas as medidas legais contra uma sabotagem”, disse Nicolás Maduro à televisão estatal venezuelana.


Segundo Nicolás Maduro tratou-se de um “ataque cibernético”, cuja origem ainda não foi detetada.


O Presidente venezuelano disse que “está comprovado 100%, que a Venezuela sofreu um ataque cibernético contra as transações eletrónicas”, precisando que o seu Governo se declarou em “alerta máximo internacional”.



FPG // FV.


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Venezuelanos impedidos de efetuar pagamentos com cartões de crédito e débito

Uma falha técnica na plataforma do consórcio Credicard está a impedir, desde sexta-feira, os venezuelanos de efetuarem compras com os cartões de crédito e de débito nos terminais de pagamento do estabelecimentos comerciais.