Impala

Seis secretários de Estado no Reino Unido para dialogar com comunidade portuguesa

Seis secretários de Estado iniciam no Reino Unido a segunda edição dos “Diálogos com a Comunidade”, em que pretendem abordar “vários temas de interesse e preocupação” dos portugueses residentes no país.

Londres, 14 jan (Lusa) – Seis secretários de Estado iniciam hoje no Reino Unido a segunda edição dos “Diálogos com a Comunidade”, em que pretendem abordar “vários temas de interesse e preocupação” dos portugueses residentes no país.


Os “Diálogos” terão lugar, primeiro em Londres, na embaixada de Portugal, hoje à tarde, entre as 14:00 e as 20:00, e no domingo em Manchester, no consulado português, entre as 13:45 e as 19:15, com a presença dos secretários de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha de Andrade, da Justiça, Helena Mesquita Ribeiro, da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, e da Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino.


Entre os temas a abordar estão o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia (‘Brexit’), a proteção de menores, questões laborais, questões fiscais, a promoção da igualdade, questões linguísticas e de participação eleitoral.


Tanto a embaixada em Londres, como o consulado em Manchester esperam ter lotação esgotada, no primeiro caso 100 pessoas e no segundo caso cerca de 60, cuja participação foi feita por inscrição após o anúncio da iniciativa, no início de janeiro, sobretudo através das redes sociais.


Ausente devido a um compromisso previamente assumido estará o deputado do PSD eleito pelo círculo da Europa, Carlos Gonçalves, que lamentou ter sido informado oficialmente só na véspera, através da Comissão dos Negócios Estrangeiros da Assembleia da República.



ANC (BM) // EL


Lusa/fim


RELACIONADOS

Seis secretários de Estado no Reino Unido para dialogar com comunidade portuguesa

Seis secretários de Estado iniciam no Reino Unido a segunda edição dos “Diálogos com a Comunidade”, em que pretendem abordar “vários temas de interesse e preocupação” dos portugueses residentes no país.