Presidente de Timor Leste confia que todos trabalharão em conjunto após as eleições

Presidente de Timor Leste confia que todos trabalharão em conjunto após as eleições

O Presidente da República timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, mostrou-se hoje confiante numa elevada participação nas legislativas antecipadas que estão a decorrer e que ,independentemente dos resultados, os lideres políticos trabalharão em conjunto.

Díli, 12 mai (Lusa) – O Presidente da República timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, mostrou-se hoje confiante numa elevada participação nas legislativas antecipadas que estão a decorrer e que ,independentemente dos resultados, os lideres políticos trabalharão em conjunto.


“É um dia importante para todos os timorenses e especialmente para os votantes, que vão votar pelo futuro, pela melhoria das suas condições de vida”, disse aos jornalistas, depois de votar numa escola no centro de Díli.


“Acho que vai haver elevada participação. Na campanha as pessoas participaram em massa e essas pessoas hoje estão em fila para deixar o seu voto útil para o futuro de Timor”, afirmou.


Questionado sobre o que poderá ocorrer depois da votação, Lu-Olo disse que o resultado “tem que se aceite por todos” os partidos e coligações concorrentes.


“Na competição há quem ganhe e há quem perda. Seja qual for o resultado, todos os partidos políticos devem curvar-se perante a decisão do povo”, afirmou.


Afirmando que durante a campanha houve diferentes opções, com uns “a falarem da história, outros dos programas”, o chefe de Estado disse que todos os timorenses desejam “trabalhar par o futuro” do país


“Acredito sinceramente que todos os partidos concorrentes, seja qual for o resultado, vão contribuir para o futuro de Timor-Leste”, disse ainda.


O chefe de Estado votou numa das quatro estações de voto da Escola 1 do Farol, um dos três centros de votação do suco (freguesia) de Motael, na zona central da cidade de Díli, onde estão recenseados 3.990 eleitores.


No total, estão habilitados a votar 785 mil eleitores que vão poder votar até às 15:00, nas 1.160 estações de voto, dividas por 885 centros de votação e instalados nos 452 sucos (equivalente a freguesias) do país.


Eleitores na diáspora podem ainda votar na Austrália (Darwin, Melbourne e Sydney), na Coreia do Sul (Seul), em Portugal (Lisboa e Porto) e no Reino Unido (em Dungannon, Londres e Oxford). No caso da diáspora as urnas abrem no mesmo período – 07:00 às 15:00 – na hora local.



ASP // ARA

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Presidente de Timor Leste confia que todos trabalharão em conjunto após as eleições

O Presidente da República timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, mostrou-se hoje confiante numa elevada participação nas legislativas antecipadas que estão a decorrer e que ,independentemente dos resultados, os lideres políticos trabalharão em conjunto.