Impala

Portugal apoia Sérvia na UE e vê com alegria colaboração com a NATO — Marcelo

O Presidente português afirmou que Portugal apoia “desde o primeiro instante” a entrada da Sérvia na União Europeia, considerando-a “fundamental para o enriquecimento da Europa”, e vê “com alegria” a sua colaboração com a NATO.

Lisboa, 25 jan (Lusa) – O Presidente português afirmou hoje que Portugal apoia “desde o primeiro instante” a entrada da Sérvia na União Europeia (UE), considerando-a “fundamental para o enriquecimento da Europa”, e vê “com alegria” a sua colaboração com a NATO.


Marcelo Rebelo de Sousa falava no Palácio de Belém, em Lisboa, numa conferência de imprensa conjunta com o Presidente da República da Sérvia, Tomislav Nikolic, que hoje iniciou uma visita de Estado de dois dias a Portugal.


“Traduzindo a nossa amizade, Portugal tem apoiado desde o primeiro instante a entrada da Sérvia na UE, por considerar que é fundamental para o enriquecimento da Europa e para a correspondência entre a UE e um continente que é tão fundamental para o mundo”, declarou.


Com Tomislav Nikolic ao seu lado, o Presidente português acrescentou: “Do mesmo modo, temos visto com alegria a parceria, a colaboração entre a Aliança Atlântica e a Sérvia, e o papel da Sérvia no relacionamento com a Turquia e com a Federação Russa”.


Marcelo Rebelo de Sousa referiu que Portugal e a Sérvia têm “uma relação diplomática e de amizade de 135 anos” e disse esperar que esta visita de Estado “possa representar um salto qualitativo” nas relações bilaterais.


“Um salto no conhecimento recíproco dos povos, um salto no turismo, no comércio, na atividade económica e financeira, na cultura, na juventude”, completou.



IEL // VAM


By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Portugal apoia Sérvia na UE e vê com alegria colaboração com a NATO — Marcelo

O Presidente português afirmou que Portugal apoia “desde o primeiro instante” a entrada da Sérvia na União Europeia, considerando-a “fundamental para o enriquecimento da Europa”, e vê “com alegria” a sua colaboração com a NATO.