PM canadiano diz que acordo comercial vai potenciar relações com Portugal

PM canadiano diz que acordo comercial vai potenciar relações com Portugal

O primeiro-ministro canadiano disse numa entrevista a um canal televisivo canadiano que o acordo de livre comércio com a UE vai potenciar as relações entre Portugal e o Canadá.

Toronto, Canadá, 08 mai (Lusa) – O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, disse numa entrevista a um canal televisivo canadiano que o acordo de livre comércio com a União Europeia vai potenciar as relações entre Portugal e o Canadá.


“Hoje, partilhamos os mesmos valores. Temos a mesma abordagem ao comércio. Há grandes oportunidades para os países em trabalharem e crescerem juntos”, afirmou no domingo à Omni Television.


Justin Trudeau falava numa entrevista ao programa ‘Focus Portuguese’ do canal multicultural canadiano, na sequência da visita do primeiro-ministro português, António Costa, ao Canadá, entre 02 e 05 de maio.


Além de Toronto, a comitiva liderada pelo chefe do executivo português visitou Otava, Kingston e Montreal.


Portugal foi o oitavo país da União Europeia (UE) a ratificar o Acordo de Livre Comércio entre a UE e o Canadá, o que foi um sinal positivo para ambos os países.


“Sabemos que ao criar grande laços comerciais se criam grandes oportunidades para os trabalhadores em ambos os países, mas também para os consumidores”, disse Trudeau.


“Mas também em termos de investimento, em termos da localização de empresas portuguesas no Canadá, ou companhias canadianas em Portugal. É este tipo de ferramentas que cria empregos e oportunidades. Estamos muito animados com isso”, acrescentou.


O chefe do Governo federal canadiano não tem dúvidas de que, devido a estes fatores, “se constroem muitas amizades”, e prometeu “continuar a trabalhar com muito empenho”.


Na entrevista ao canal canadiano, Trudeau reconheceu ainda o “contributo de vários luso-canadianos para a construção do país”.


Segundo o líder liberal, essas contribuições “foram importantes para que os países possam ter grandes laços de amizade”.


“Os valores dos portugueses – de estarem centrados nas famílias, de trabalharem arduamente, de contribuirem para a construção deste país – fizeram do Canadá o que é hoje. É algo que estamos felizes por celebrar, mas é algo a que queremos dar continuidade”, enalteceu o primeiro-ministro.


A 03 de maio, Portugal e o Canadá assinaram um Acordo Bilateral de Mobilidade Juvenil através do Programa ‘International Experience Canada’, que vai proporcionar a oportunidade a jovens dos 18 aos 35 anos de viajarem e trabalharem um ano nos dois países.


“O acordo vai permitir que os jovens portugueses possam vir ao Canadá e vice-versa, para dar continuidade a esta relação próxima de amizade e de oportunidades económicas”, sublinhou.


O primeiro-ministro do Canadá prometeu também “trabalhar de perto com a comunidade” para resolver a situação de trabalhadores indocumentados, salientando, no entanto, a importância de que os “requerimentos e as regras sejam cumpridos”.


“Estamos a trabalhar com a comunidade, vai demorar algum tempo, mas as pessoas devem continuar a trabalhar com o Governo nesse sentido”, frisou.


Justin Trudeau não se esqueceu de que o Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas, 10 de Junho, está a chegar, e que o mundial de futebol da Rússia, que decorre entre 14 de junho e 15 de julho, começa logo a seguir.


“Vamos a ver se apoio Portugal [no mundial], pois tenho muitos amigos que me incentivam a apoiar Portugal. O Cristiano Ronaldo é extraordinário, nunca para. É incrível”, disse, sorrindo.


O primeiro-ministro canadiano concluiu a entrevista reconhecendo que se sente “muito próximo” da comunidade portuguesa e elogiando “o bom trabalho que os portugueses desempenham diariamente”.


Existem cerca de 480 mil portugueses e lusodescendentes no Canadá, segundo dados do Governo canadiano. A maioria é de origem açoriana.



SEYM // ANC

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

PM canadiano diz que acordo comercial vai potenciar relações com Portugal

O primeiro-ministro canadiano disse numa entrevista a um canal televisivo canadiano que o acordo de livre comércio com a UE vai potenciar as relações entre Portugal e o Canadá.