Impala

PCP vai propor alterações e não eliminação dos decretos sobre Carris e STCP

O PCP anunciou hoje que irá agendar para fevereiro as suas apreciações parlamentares dos decretos sobre a municipalização de Carris e STCP acompanhadas de propostas de alteração e não de pedidos de cessação de vigência dos diplomas.

*** Serviço áudio disponível em www.lusa.pt ***



Lisboa, 31 jan (Lusa) — O PCP anunciou hoje que irá agendar para fevereiro as suas apreciações parlamentares dos decretos sobre a municipalização de Carris e STCP acompanhadas de propostas de alteração e não de pedidos de cessação de vigência dos diplomas.


Em declarações aos jornalistas, o líder parlamentar do PCP, João Oliveira, explicou que o agendamento será feito na quarta-feira em conferência de líderes, previsivelmente para a segunda quinzena de fevereiro.


Sobre o sentido das propostas de alteração, João Oliveira sublinhou que o PCP “é contra a municipalização” quer da Carris quer da STCP (Sociedade de Transportes Coletivos do Porto) e irá defender uma solução que passe “pela integração das empresas no Setor Empresarial do Estado”.


Questionado porque não apresenta uma cessação de vigência — uma vez que se opõe à solução em vigor, a municipalização – João Oliveira respondeu: “A cessação de vigência tem um problema que é óbvio, criar a dúvida sobre o que aconteceria às empresas, num momento em que os decretos-lei já produzem efeitos”.


“A nossa perspetiva não é contribuir para criar dificuldades às empresas públicas de transportes”, salientou.



SMA // ZO

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

PCP vai propor alterações e não eliminação dos decretos sobre Carris e STCP

O PCP anunciou hoje que irá agendar para fevereiro as suas apreciações parlamentares dos decretos sobre a municipalização de Carris e STCP acompanhadas de propostas de alteração e não de pedidos de cessação de vigência dos diplomas.