Impala

ONU: Primeiro-ministro diz que responsabilidade de Portugal é agora maior

O primeiro-ministro português, António Costa, elogiou “o discurso brilhante” de António Guterres na cerimónia de hoje de juramento como secretário-geral das Nações Unidas e alertou que a responsabilidade de Portugal é agora maior.

Nova Iorque, 12 set (Lusa) – O primeiro-ministro português, António Costa, elogiou “o discurso brilhante” de António Guterres na cerimónia de hoje de juramento como secretário-geral das Nações Unidas e alertou que a responsabilidade de Portugal é agora maior.


“Cria obviamente um quadro novo e exigente, hoje a nossa responsabilidade é maior, de estar à altura e acompanhar esta agenda tão exigente que temos pela frente e que o engenheiro António Guterres elegeu de forma brilhante no discurso que fez”, afirmou Costa, em declarações aos jornalistas, poucos minutos depois da cerimónia de juramento na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.


O primeiro-ministro salientou os valores elencados pelo próximo secretário-geral das Nações Unidas como a paz, a segurança, os direitos humanos, o desenvolvimento sustentável ou a igualdade de género.


“Portugal agora tem o dever de estar na primeira linha do respeito por estes valores e ajudar António Guterres a cumprir este mandato no quadro das Nações Unidas”, disse,


António Costa fez questão de aproveitar a oportunidade de estar ao lado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para o felicitar pelo seu aniversário.


“Muito obrigado”, respondeu, apenas, o chefe de Estado, que hoje completa 68 anos.


O primeiro-ministro destacou ainda que António Guterres chegou a este alto cargo internacional “pelos seus méritos”, lembrando que nunca a escolha de um secretário-geral das Nações Unidas tinha sido tão democrática, com várias etapas de seleção.


“Transcendeu-se a si próprio e tenho a certeza que ao longo deste mandato o irá fazer também, só isso explica uma unidade nacional e uma unidade nas Nações Unidas”, disse.



SMA // ZO


Lusa/fim


RELACIONADOS

ONU: Primeiro-ministro diz que responsabilidade de Portugal é agora maior

O primeiro-ministro português, António Costa, elogiou “o discurso brilhante” de António Guterres na cerimónia de hoje de juramento como secretário-geral das Nações Unidas e alertou que a responsabilidade de Portugal é agora maior.