Novo balanço confirma 37 palestinianos mortos e mais de 500 feridos em Gaza

Novo balanço confirma 37 palestinianos mortos e mais de 500 feridos em Gaza

Pelo menos 37 palestinianos morreram hoje devido a disparos de soldados israelitas junto à fronteira com Gaza, onde milhares se manifestam contra a transferência da embaixada dos EUA.

Pelo menos 37 palestinianos morreram hoje devido a disparos de soldados israelitas junto à fronteira com Gaza, onde milhares de pessoas se manifestam contra a transferência da embaixada dos Estados Unidos de Telavive para Jerusalém, segundo um novo balanço.

LEIA MAIS: Palestiniano morto e dezenas feridos a tiro pelas forças israelitas na Faixa de Gaza

Este novo balanço, atribuído ao Ministério da Saúde em Gaza e que está a aumentar de hora em hora, dá conta de que pelo menos 448 palestinianos foram atingidos por balas, enquanto outras centenas sofreram outros tipos de ferimentos provocados nomeadamente por gás lacrimogéneo.

O anterior balanço falava de pelo menos 16 mortos confirmados e mais de 500 feridos.

A Faixa de Gaza, enclave palestiniano que é controlado pelo movimento radical palestiniano Hamas desde 2007, está a ser hoje palco de violentos confrontos motivados pela inauguração da embaixada norte-americana em Jerusalém, cerimónia marcada para hoje.

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, tinha alertado de que o exército israelita iria “usar todos os meios” para travar os palestinianos que tentassem aproximar-se da barreira de segurança na fronteira, dos soldados e dos civis israelitas residentes no território palestiniano.

VEJA AINDA: UE insta autoridades de Israel e da Faixa de Gaza a evitar escalada de violência

 


RELACIONADOS

Novo balanço confirma 37 palestinianos mortos e mais de 500 feridos em Gaza

Pelo menos 37 palestinianos morreram hoje devido a disparos de soldados israelitas junto à fronteira com Gaza, onde milhares se manifestam contra a transferência da embaixada dos EUA.