Impala

Ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália debatem estado da NATO no Porto

Os ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália reúnem-se na segunda-feira no Porto para debater “temas-chaves” para a estratégia de segurança como o estado atual da NATO e as relações transatlânticas.

Lisboa, 31 jan (Lusa) – Os ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália reúnem-se na segunda-feira no Porto para debater “temas-chaves” para a estratégia de segurança como o estado atual da NATO e as relações transatlânticas.


De acordo com uma nota do Ministério da Defesa português, os ministros dos países do “Quarteto do Sul” vão reunir-se no Palácio da Bolsa, no Porto, “com o objetivo de concertar posições sobre quatro temas-chave para a segurança e defesa do ‘flanco sul'”.


“O estado da Aliança Atlântica e perspetivas futuras, o modelo de atuação da NATO para o Sul, as relações transatlânticas e a implementação da Estratégia Global da União Europeia em matéria de segurança e defesa”, são os “temas-chave” em discussão.


O encontro ocorre numa altura em que o novo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou a intenção de desinvestir nas organizações internacionais de que os norte-americanos fazem parte, como a NATO ou as Nações Unidas.


O ministro da Defesa português, Azeredo Lopes, será o anfitrião do encontro no qual participam os seus homólogos espanhol, Maria Cospedal, francês, Jean-Yves le Drian, e italiano, Roberta Pinotti.


Este será, segundo o executivo português, o terceiro encontro ministerial de Defesa, após a reunião do quarteto em Toulon, a 12 de maio de 2016, que resultou numa carta conjunta enviada ao secretário-Geral da NATO e aos restantes membros da aliança em preparação da Cimeira de Varsóvia.


A reunião do Porto acontece uma semana depois da Cimeira dos Países do Sul da Europa, na qual o primeiro-ministro português recebeu seis chefes de Estado e de Governo, com o objetivo de promover uma concertação sólida de posições a Sul, nos planos político-institucional, socioeconómico e de segurança e defesa.


Na declaração conjunta, os sete países sublinharam o seu apoio à Estratégia Global da União Europeia, para que a Europa consiga ser uma força de paz credível na região, que garanta segurança e bem-estar aos seus cidadãos.



JPS // VAM


By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália debatem estado da NATO no Porto

Os ministros da Defesa de Portugal, Espanha, França e Itália reúnem-se na segunda-feira no Porto para debater “temas-chaves” para a estratégia de segurança como o estado atual da NATO e as relações transatlânticas.