Impala

Marcelo diz acordo de Concertação Social vai ter uma adenda com a redução do PEC e continua vivo

O Presidente da República afirmou que o acordo de Concertação Social assinado na semana passada vai ter uma adenda que substitui a descida da Taxa Social Única pela redução do Pagamento Especial por Conta (PEC) e continua vivo.

Lisboa, 26 jan (Lusa) – O Presidente da República afirmou hoje que o acordo de Concertação Social assinado na semana passada vai ter uma adenda que substitui a descida da Taxa Social Única pela redução do Pagamento Especial por Conta (PEC) e continua vivo.


“Aquilo que eu soube é que vai haver uma adenda ao acordo. Portanto, o acordo não estava morto, estava vivo”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, no final de uma cerimónia na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), em Lisboa.


O chefe de Estado adiantou que “os mesmos que tinham subscrito o acordo subscrevem esta adenda, esta substituição, se quiserem, de medidas” e referiu também que “está garantida a aprovação no parlamento” da redução do PEC hoje aprovada em Conselho de Ministros.


“Portanto, isto dá um bocadinho de razão àquilo que eu dizia a certa altura, que a procissão ainda ia no adro, que até esperar pelo fim do processo faltava algum tempo”, considerou.



IEL // VAM


By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Marcelo diz acordo de Concertação Social vai ter uma adenda com a redução do PEC e continua vivo

O Presidente da República afirmou que o acordo de Concertação Social assinado na semana passada vai ter uma adenda que substitui a descida da Taxa Social Única pela redução do Pagamento Especial por Conta (PEC) e continua vivo.