Impala

Maratona negocial nas pescas termina com 5% de cortes nas capturas de pescada

Os ministros das Pescas da União Europeia chegaram hoje a acordo sobre os totais admissíveis de capturas (TAC) e respetivas quotas nacionais, numa maratona negocial em que Portugal viu os cortes da pescada reduzidos a 5% em 2017.

*** Serviço áudio e vídeo em www.lusa.pt ***



Bruxelas, 14 dez (Lusa) – Os ministros das Pescas da União Europeia chegaram hoje a acordo sobre os totais admissíveis de capturas (TAC) e respetivas quotas nacionais, numa maratona negocial em que Portugal viu os cortes da pescada reduzidos a 5% em 2017.


A Comissão Europeia tinha proposto, em outubro, um corte de 35,9% nas capturas de pescada em águas nacionais, valor que entretanto havia sido revisto para 34%.


Após 16 horas de negociações, que começaram na terça-feira de manhã e terminaram já na madrugada de hoje, Portugal fez valer os argumentos científicos que davam conta do bom estado dos ‘stocks’ de pescada em águas nacionais.



IG/ACC // MP


Lusa/fim


RELACIONADOS

Maratona negocial nas pescas termina com 5% de cortes nas capturas de pescada

Os ministros das Pescas da União Europeia chegaram hoje a acordo sobre os totais admissíveis de capturas (TAC) e respetivas quotas nacionais, numa maratona negocial em que Portugal viu os cortes da pescada reduzidos a 5% em 2017.