Impala

Governo cria postos exclusivos para registo eleitoral de cidadãos angolanos em trânsito

Os cidadãos angolanos em trânsito no país vão poder a partir de terça-feira, e até ao dia 05 de janeiro, poder fazer o seu registo eleitoral, em postos criados exclusivamente para o efeito, anunciou Governo.

Luanda, 22 dez (Lusa) – Os cidadãos angolanos em trânsito no país vão poder a partir de terça-feira, e até ao dia 05 de janeiro, poder fazer o seu registo eleitoral, em postos criados exclusivamente para o efeito, anunciou hoje o governo.


A medida do Ministério da Administração do Território angolano, órgão executor do registo eleitoral, processo que antecede as eleições gerais de Angola previstas para agosto de 2017, atende à recomendação feita hoje pelo presidente da Comissão Nacional Eleitoral, André da Silva Neto.


Em declarações à agência Lusa no final de um encontro com representantes de partidos políticos sobre o balanço da primeira fase do registo eleitoral, o secretário de Estado para os Assuntos Institucionais e Eleitorais, Adão de Almeida, disse que estão a ser tomadas as decisões finais sobre a matéria, mas está já definido que na próxima semana vão ser atendidos os cidadãos nessa condição.


“Na próxima semana, a partir do dia 27 haverá postos específicos para atender os cidadãos que estejam nessa condição, que vão regressar aos países onde se encontram a estudar, a trabalhar antes do dia 05 de janeiro e estão cá neste momento”, disse Adão de Almeida.


Segundo o governante, os cidadãos poderão ir aos postos que vão ser divulgados, salientando que basicamente estarão instalados nas sedes provinciais.


“E na província de Luanda vamos ter um posto no Cazenga, na administração municipal, de Talatona e no município de Luanda vamos ter um posto nos distritos urbanos da Maianga e Ingombota. Estes postos estarão abertos terça-feira para atender exclusivamente esses cidadãos que poderão fazer os seus registos ou atualizar os seus dados”, frisou.


A primeira fase do processo de registo eleitoral terminou na terça-feira, com um total de seis milhões de cidadãos registados, estando o arranque da segunda fase previsto para decorrer entre 05 de janeiro e março.


O processo iniciado a 20 de agosto teve três componentes, referentes à atualização e prova de vida e aos novos registos.



NME // EL


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Governo cria postos exclusivos para registo eleitoral de cidadãos angolanos em trânsito

Os cidadãos angolanos em trânsito no país vão poder a partir de terça-feira, e até ao dia 05 de janeiro, poder fazer o seu registo eleitoral, em postos criados exclusivamente para o efeito, anunciou Governo.