Impala

Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa “dois portugueses de exceção” – PR

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, como “dois portugueses de exceção”, que “lutaram pelo seu País, com sacrifício da própria vida”.

Lisboa, 04 dez (Lusa) — O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou hoje Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, como “dois portugueses de exceção”, que “lutaram pelo seu País, com sacrifício da própria vida”.


No dia em que se assinala o 36.º aniversário da sua morte na sequência da queda do avião Cessna em que seguiam para o Porto, Marcelo Rebelo de Sousa apresentou as “mais sentidas condolências” às suas famílias, numa mensagem publicada na página da Presidência da República.


“No trigésimo sexto aniversário da tragédia ocorrida em Camarate, em que faleceram o primeiro-ministro, Francisco Sá Carneiro, o ministro da Defesa Nacional, Adelino Amaro da Costa, bem como as suas mulheres, Snu Abecassis e Maria Manuel Simões Vaz da Silva Pires, além do Dr. António Patrício Gouveia e dos dois pilotos da aeronave, apresento às famílias enlutadas as minhas mais sentidas condolências”, afirma na mensagem.


Marcelo Rebelo de Sousa diz que o faz “na convicção de que a verdade não prescreve e de que a passagem do tempo não apaga a memória luminosa dos que perderam a vida em 4 dezembro de 1980”.


“Em nome de Portugal, evoco, neste dia, Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, dois portugueses de exceção, cidadãos e homens públicos que lutaram pelo seu País, com sacrifício da própria vida”, sublinha.


Na mensagem, o Presidente da República diz ainda que Portugal nunca esquecerá o seu exemplo, “um exemplo de dedicação a Portugal e aos valores da liberdade, da democracia e da justiça social”.


A queda do avião onde viajavam Sá Carneiro e Amaro da Costa já motivou a realização de dez comissões parlamentares de inquérito.


HN//GC


Lusa/fim


RELACIONADOS

Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa “dois portugueses de exceção” – PR

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou Francisco Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa, como “dois portugueses de exceção”, que “lutaram pelo seu País, com sacrifício da própria vida”.