Ex-namorada de José Sócrates não tem dúvidas, «mentiu ao país e aos mais próximos»

Ex-namorada de José Sócrates não tem dúvidas, «mentiu ao país e aos mais próximos»

Fernanda Câncio não poupou nas críticas ao ex-companheiro num texto de opinião publicado esta segunda-feira.

A edição desta segunda-feira do Diário de Notícias conta com um texto de opinião da autoria de Fernanda Câncio, jornalista e ex-namorada de José Sócrates, antigo primeiro-ministro e secretário-geral do partido socialista. Para a jornalista, Sócrates mentiu e “tão bem” levando a que muita gente “séria” fosse manipulada, que acreditasse nele e o defendesse.

“Ao fazê-lo, não podia ignorar que estava não só a abusar da boa-fé dessas pessoas como a expô-las ao perigo de, se um dia se descobrisse a verdade, serem consideradas suas cúmplices e alvo do odioso expectável. Não podia ignorar que o partido que liderara, os governos a que presidira, até as políticas e ideias pelas quais pugnara, seriam conspurcados, como por lama tóxica, pela desonra face a tal revelação”, explicou Fernanda Câncio.

Para esta, José Sócrates “mentiu ao país, ao seu partido, aos correlegionários, aos camaradas, aos amigos” e aos que tinha “mais próximos”. Além disso, Fernanda Câncio diz que o agora ex-membro do partido socialista, fingiu perante toda a gente que tinha uma fortuna de família, rejeitando até rendimentos a que tinha direito como alguém que deles não necessitava.

Assim, escreve Fernanda que se “urdiu uma teia de enganos” e Sócrates, “Mentiu, mentiu e tornou a mentir”. Fernanda Câncio foi a companheira de José Sócrates quando este desempenhava o cargo de primeiro-ministro, entre 2005 e 2011.

José Sócrates é um dos principais arguidos da Operação Marquês. É acusado de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, 16 de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada.


RELACIONADOS

Ex-namorada de José Sócrates não tem dúvidas, «mentiu ao país e aos mais próximos»

Fernanda Câncio não poupou nas críticas ao ex-companheiro num texto de opinião publicado esta segunda-feira.