Impala

Dezenas de deputados sul-coreanos deixam partido de Presidente destituída

Dezenas de deputados sul-coreanos deixaram o partido conservador, no Governo, devido ao escândalo de corrupção que envolve a Presidente destituída Park Geun-hye, uma decisão que pode ter impacto nas eleições presidenciais.

Seul, 27 dez (Lusa) — Dezenas de deputados sul-coreanos deixaram o partido conservador, no Governo, devido ao escândalo de corrupção que envolve a Presidente destituída Park Geun-hye, uma decisão que pode ter impacto nas eleições presidenciais.


Os 29 deputados ‘anti-Park’ que deixaram o Partido Saenuri hoje planeiam criar um novo partido conservador que provavelmente irá atrair o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, prestes a abandonar o cargo, que é tido como potencial candidato presidencial.


Ban é considerado a melhor hipótese dos conservadores para conquistar a Casa Azul, após o colapso de Park.


O Ministério Público acusou Park de conluio com uma amiga de longa data para extorquir dinheiro e favores de algumas das maiores empresas do país, e de permitir que essa amiga, Choi Soon-sil, manipulasse assuntos de Estado.


Os deputados sul-coreanos votaram no dia 09 de dezembro para destituir Park.



ISG // DM


Lusa/fim


RELACIONADOS

Dezenas de deputados sul-coreanos deixam partido de Presidente destituída

Dezenas de deputados sul-coreanos deixaram o partido conservador, no Governo, devido ao escândalo de corrupção que envolve a Presidente destituída Park Geun-hye, uma decisão que pode ter impacto nas eleições presidenciais.