Comandante da GNR de Leiria pede renovação urgente das viaturas

Comandante da GNR de Leiria pede renovação urgente das viaturas

O comandante territorial da GNR de Leiria, Jorge Caseiro, pediu hoje uma renovação “urgente” das viaturas daquela força de segurança no distrito, alertando que os carros têm em média mais de 14 anos e de 400 mil quilómetros.

Pedrógão Grande, Leiria, 08 abr (Lusa) – O comandante territorial da GNR de Leiria, Jorge Caseiro, pediu hoje uma renovação “urgente” das viaturas daquela força de segurança no distrito, alertando que os carros têm em média mais de 14 anos e de 400 mil quilómetros.


“Descontados os habituais ‘outliers’, estes números disparam para valores que tornam urgente a sua rápida renovação”, afirmou Jorge Caseiro, que falava em Pedrógão Grande, nas comemorações do Dia da Unidade do Comando Territorial de Leiria da GNR.


Segundo o comandante, tem sido feito um “significativo esforço” na gestão das cerca de 200 viaturas da GNR no distrito de Leiria e é necessário substituir “veículos que alcançam ou ultrapassam o milhão de quilómetros ou aqueles que apenas com elevadas doses de boa vontade e gastos excessivos” se mantêm operacionais.


Questionado pelos jornalistas sobre o estado das viaturas da GNR no distrito, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, também presente na cerimónia, frisou que o Governo lançou um concurso plurianual para aquisição de viaturas até 2021, sendo expectável que no segundo semestre deste ano a GNR receba a nível nacional mais de uma centena de viaturas, com “algumas delas” a irem “certamente para o comando territorial de Leiria”.


Durante o seu discurso, Jorge Caseiro destacou, por outro lado, a redução média superior a 25% por ano na criminalidade violenta no distrito, mas alertou para a necessidade de se alterar o “padrão de ação” na violência doméstica, que apesar de ter também diminuído, apresenta “números inaceitáveis para os tempos modernos”.


Para o comandante, é necessário procurar “prevenir e evitar este tipo de violência”, estando a ser preparadas propostas, com especial enfoque na comunidade jovem.


Já quanto à sinistralidade rodoviária, disse que “teima em não voltar a apresentar valores consentâneos com os padrões internacionais” e considerou que já não basta a presença preventiva da GNR e a sua atitude fiscalizadora, sendo preciso “mais e melhor sensibilização e, sobretudo, uma muito maior eficácia no sistema de aplicação de coimas”.



JYGA // MP

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Comandante da GNR de Leiria pede renovação urgente das viaturas

O comandante territorial da GNR de Leiria, Jorge Caseiro, pediu hoje uma renovação “urgente” das viaturas daquela força de segurança no distrito, alertando que os carros têm em média mais de 14 anos e de 400 mil quilómetros.