Impala

CEMGFA determina regresso de militar português da missão da ONU na Colômbia

O Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas determinou o regresso a Portugal do militar alegadamente criticado pela ONU por ter dançado com uma guerrilheira das Forças Armadas Revolucionárias Colombianas (FARC), disse à Lusa fonte do seu gabinete.

Lisboa, 05 jan (Lusa) – O Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMFGA) determinou hoje o regresso a Portugal do militar alegadamente criticado pela ONU por ter dançado com uma guerrilheira das Forças Armadas Revolucionárias Colombianas (FARC), disse à Lusa fonte do seu gabinete.


De acordo com a fonte do gabinete do CEMFGA, esta decisão de terminar a comissão de serviço do militar e o seu regresso a Portugal acontece na sequência “dos recentes acontecimentos ocorridos na Colômbia, no âmbito da missão das Nações Unidas naquele território (UNMC), que afetaram as condições para a continuidade da missão de um militar português ali destacado”, sem especificar o caso.


O Diário de Notícias avança, na sua edição de hoje, que o militar português foi criticado pelas Nações Unidas por ter dançado com uma guerrilheira das FARC na noite de fim de ano.



SMA/MPC // ZO


Lusa/fim


RELACIONADOS

CEMGFA determina regresso de militar português da missão da ONU na Colômbia

O Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas determinou o regresso a Portugal do militar alegadamente criticado pela ONU por ter dançado com uma guerrilheira das Forças Armadas Revolucionárias Colombianas (FARC), disse à Lusa fonte do seu gabinete.