Impala

Catorze soldados turcos morreram e 33 ficaram feridos em confrontos no norte da Síria

Catorze soldados turcos foram mortos e 33 ficaram feridos, segundo um relatório divulgado pelo Exército turco, quando apoiavam os rebeldes que tentam recuperar ao grupo extremista Estado Islâmico a cidade de al-Bab, no norte da Síria.

Istambul, 21 dez (Lusa) – Catorze soldados turcos foram mortos e 33 ficaram feridos hoje, segundo um relatório divulgado pelo Exército turco, quando apoiavam os rebeldes que tentam recuperar ao grupo extremista Estado Islâmico a cidade de al-Bab, no norte da Síria.


Segundo o relatório, o grupo extremista lançou três carros armadilhados contras as forças turcas.


A agência de propaganda do Estado Islâmico, Amaq, referiu que foi realizado um ataque suicida contra rebeldes sírios e as tropas turcas que os apoiam em al-Bab, sem revelar mortos e feridos.


O exército turco referiu também que 138 combatentes do grupo extremista foram mortos e que os combates entraram numa fase decisiva naquele bastião do Estado Islâmico.


Ancara lançou, em agosto, uma ofensiva sem precedentes no norte da Síria para empurrar o grupo extremista e as milícias curdas da zona da fronteira com a Turquia.


Depois de ajudar os rebeldes a expulsar o Estado Islâmico de várias localidades, a Turquia dirigiu as suas forças para al-Bab, situada a 25 quilómetros da sua fronteira com a síria.


No mês passado, quatro soldados turcos foram mortos perto de al-Bab por um ataque aéreo, que Ancara atribuiu ao regime sírio. Moscovo desmentiu qualquer envolvimento das suas forças, assim como de Damasco, no bombardeamento.


MSE // MAG


Lusa/Fim


RELACIONADOS

Catorze soldados turcos morreram e 33 ficaram feridos em confrontos no norte da Síria

Catorze soldados turcos foram mortos e 33 ficaram feridos, segundo um relatório divulgado pelo Exército turco, quando apoiavam os rebeldes que tentam recuperar ao grupo extremista Estado Islâmico a cidade de al-Bab, no norte da Síria.